fbpx

Alerta vermelho para onda de calor: saiba os locais atingidos

Imagem: Termômetro indica alta temperatura. Crédito: lamyai

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) divulgou, nesta quarta-feira (14), alerta vermelho para parte do País, depois de já ter alertado para as temperaturas perigosas ao longo desta semana. A onda de calor deve ganhar força e permanecer nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste do Brasil até sábado (16), com expectativa de temperaturas recordes nas capitais.

Veja os lugares mais afetados pelo calor e como aliviar a sensação térmica.

Origem da onda de calor

A onda de calor que motivou o alerta vermelho do Inmet é resultado de massa de ar quente combinada com bolha de calor. Elas estão sobre o Norte da Argentina e do Paraguai, mas suas consequências afetam o Brasil e outros vizinhos latino-americanos.

Olhar Digital explicou com detalhes a origem da onda de calor

Imagem: Vibrant Image Studio/Shutterstock

Quais estados serão mais afetados pelo alerta vermelho

O alerta vermelho é aviso de situação de grande perigo devido às temperaturas, que podem chegar a até 5°C acima da média.

O aviso abrange Mato Grosso do Sul, interior de São Paulo, parte do Paraná, interior de Santa Catarina e o norte do Rio Grande do Sul.

No entanto, outras cidades também podem sofrer com calor acima do normal, batendo recordes de temperaturas:

  • Capitais, como São Paulo (SP), Porto Alegre (RS) e Rio de Janeiro (RJ) devem bater o recorde de maior temperatura de 2024 nos próximos dias;
  • Em Porto Alegre (RS), os termômetros podem chegar a marcar 36 °C. Cidades do interior podem chegar aos 40°C, segundo o Climatempo;
  • Campo Grande (MS), por exemplo, teve previsão de 37 °C nesta quinta-feira (14);
  • Em São Paulo (SP), a temperatura máxima da onda de calor deve acontecer amanhã, com 35 °C;
  • No Rio de Janeiro, pode chegar a 39 °C no final de semana;
  • Além do calor, algumas cidades devem enfrentar chuvas fortes, como as de Santa Catarina, o que deve aliviar a temperatura.

A previsão é que a onda de calor se estenda até sábado (16) às 18h.

 

Como se prevenir

Por conta das temperaturas acima da média, o Inmet alerta para os riscos de saúde.

Veja algumas dicas de como se prevenir:

  • Use protetor solar e roupas frescas. Evite roupas escuras e pesadas, e opte por tecidos respiráveis e claros. Bonés e óculos-de-sol também ajudam a se proteger do calor;
  • Beba água. Parece besteira, mas, no calor, as pessoas suam mais e perdem substância essenciais para o organismo;
  • Evite se expor ao Sol ou fazer exercícios físicos em horários mais quentes. As atividades produzem calor e podem gerar danos à saúde, como pressão baixa e risco de desmaios. Prefira horários mais frescos, como o final da tarde;
  • Evite bebidas alcoólicas. O álcool inibe a produção do hormônio antidiurético, o que facilita a desidratação. Se fizer questão de consumir, intercale com água;
  • Priorize comidas leves e com menos gordura, que auxiliam na hidratação do corpo. Vegetais, legumes e frutas são boa pedida.

Fonte: Olhar Digital / Por Vitoria Lopes Gomez, editado por Lucas Soares

Compartilhe este conteúdo

Conteúdos Relacionados

Siga a Ascenda Digital
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore