fbpx

Bill Gates reconhece riscos da IA para o mundo, mas diz que são “lidáveis”

A IA certamente gera preocupações, mas Bill Gates acredita que a humanidade pode lidar com os riscos da tecnologia, como já fez no passado
Inteligência artificial e cérebro humano (Imagem: whiteMocca / Shutterstock)

Os riscos trazidos pela inteligência artificial (IA) podem parecer assustadores. Perguntas como o que acontecerá com as pessoas que perdem seus empregos para máquinas inteligentes, como a IA poderia afetar os resultados das eleições ou se uma futura IA poderia decidir que não precisa mais de humanos, são questões válidas e que necessitam de sérias reflexões.

Em seu blog, Bill Gates, fundador da Microsoft, compartilhou sua visão sobre o assunto. Ele reconhece todos esses riscos, mas destaca que a humanidade já lidou com várias “ameaças” de tecnologias revolucionárias no passado e se adaptou a todas elas.

Segundo Gates, temos motivos para acreditar que podemos lidar com todas essas questões envolvendo a inteligência artificial no mercado de trabalho, nas informações disponibilizadas online, educação e até mesmo na política e democracia.

Não é a primeira vez que uma grande inovação introduz novas ameaças que precisam ser controladas. Desde a introdução de carros até a ascensão dos computadores pessoais e da internet, a humanidade tem administrado outros momentos transformadores e, apesar de muita turbulência, temos saído melhor no final.

“Estamos agora no início de outra mudança profunda, a Era da IA”, afirmou Gates. A velocidade das transformações é tão rápida que não está claro o que acontecerá a seguir. Enfrentamos grandes questões levantadas pela forma como a tecnologia atual funciona, as maneiras pelas quais as pessoas a usarão com intenções maliciosas e como a IA nos mudará como sociedade e indivíduos.

Imagem: lev radin / Shutterstock.com

Em um momento como este, é natural sentir-se inquieto. Porém, Gates destaca que a história mostra que é possível resolver os desafios criados por novas tecnologias. A IA vai revolucionar nossas vidas. Ele diz que essa tecnologia ajudará a resolver problemas em saúde, educação, mudanças climáticas e mais, que antes pareciam intratáveis.

Apesar das preocupações, é evidente que ninguém tem todas as respostas sobre os riscos da IA. Ainda assim, muitos dos problemas causados pela IA têm um precedente histórico e também podem ser gerenciados com a ajuda da própria IA. Precisaremos adaptar leis antigas e adotar novas, assim como as leis existentes contra fraudes tiveram que ser adaptadas ao mundo online.

Fake news, mercado de trabalho e educação: como fica tudo isso com a IA?

Os deepfakes e a desinformação gerados pela IA poderiam minar eleições e a democracia. O problema das falsas informações não foi criado pela IA, mas expandido pela tecnologia, permitindo a criação de áudio e vídeo falsos, os chamados deepfakes. No entanto, a própria IA também pode ajudar a identificar deepfakes, como o detector de deepfake desenvolvido pela Intel, destacou Gates.

A IA também certamente vai revolucionar o local de trabalho, ajudando as pessoas a desempenharem suas tarefas de maneira mais eficiente. No entanto, é verdade que alguns trabalhadores precisarão de apoio e requalificação à medida que avançamos para um local de trabalho impulsionado pela inteligência artificial.

Além disso, Gates afirma que a IA pode refletir ou piorar preconceitos existentes contra pessoas de certas identidades de gênero, raças, etnias e assim por diante. Logo, temos lados positivos e negativos, mas, novamente, a mesma coisa aconteceu com a chegada dos computadores, da internet e de muitas outras tecnologias revolucionárias.

Em relação à educação, muitos professores estão preocupados com a maneira como a IA pode minar seu trabalho com os alunos. No entanto, existem ferramentas de IA que estão aprendendo a distinguir se algo foi escrito por uma pessoa ou por um computador. Portanto, os professores podem identificar quando os alunos não estão fazendo seu próprio trabalho.

Em suma, a IA traz desafios consideráveis, mas também apresenta oportunidades promissoras. Conforme argumentou Gates, é crucial aprender com o passado e sermos adaptáveis e resilientes em relação à mudança. Assim, podemos otimizar os benefícios da IA enquanto gerenciamos seus riscos.

Compartilhe este conteúdo

Conteúdos Relacionados

Siga a Ascenda Digital
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore