fbpx

Carros que mudam de cor: entenda essa tecnologia

Carro BMW iX Flow que muda de cor / Imagem: Divulgação/BMW

Carros capazes de mudar de cor vêm se tornando uma realidade e podem em breve ser vistos nas estradas por aí. Mas como isso funciona e quem está por trás dessa tecnologia incrível? Vamos descobrir.

O primeiro carro que surgiu com essa capacidade foi o iX Flow, da BMW, apresentado na CES 2022, em Las Vegas. Ele foi anunciado como “o primeiro carro do mundo que muda de cor”, permitindo que os usuários alterem a cor externa do veículo entre preto, branco ou uma mistura de tons, apenas pressionando um botão. A ideia era que os motoristas pudessem optar pelo branco nos dias quentes para refletir a luz do Sol e pelo preto nos frios para absorvê-la.

Como acontece a mágica da mudança de cor no carro

Essa mágica acontece graças à tecnologia chamada Electronic Paper Display (EPD) – algo como “Visor de Papel Eletrônico”. O carro é coberto por uma película especial que contém milhões de microcápsulas, cada uma mais fina que um fio de cabelo humano. Essas cápsulas têm pigmentos brancos com carga negativa e pigmentos pretos com carga positiva, que só ficam visíveis quando uma corrente elétrica passa por elas.

Na CES 2023, a BMW lançou um modelo ainda mais avançado, o BMW i Vision Dee, capaz de produzir todas as cores do arco-íris, não apenas preto e branco. Este carro possui 240 seções diferentes em sua carroceria que podem mudar de cor independentemente, criando padrões multicoloridos impressionantes. Tudo isso pode ser controlado por comando de voz e acontece em questão de segundos.

O que diz a lei

A tecnologia usada nesses carros representa uma fusão entre hardware e software, permitindo que a digitalização transforme os carros em companheiros inteligentes. No entanto, há desafios legais a serem superados. 

Atualmente, as leis não preveem veículos que mudam de cor instantaneamente usando eletricidade, mas nos EUA e no Reino Unido, os proprietários de carros são obrigados a informar as autoridades e suas seguradoras se mudarem a cor predominante de seus veículos. Como isso se aplicará aos carros que mudam de cor com um comando de voz ainda não está claro.

Já no Brasil, é proibido por lei conduzir veículo com a cor original alterada. Essa é uma infração grave e o valor da multa é de R$195,23, além dos cinco  pontos gerados na CNH do infrator.

Compartilhe este conteúdo

Conteúdos Relacionados

Siga a Ascenda Digital
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore