fbpx

Crew-7 estudará os efeitos de viagens espaciais no corpo humano

Tripulação Crew-7 (Imagem: Divulgação/ NASA)

No último sábado (26), a tripulação da Crew-7 partiu em direção à Estação Espacial Internacional (ISS) a bordo da espaçonave SpaceX Dragon. Os astronautas passarão um período de seis meses em órbita.

Durante a missão, a equipe trabalhará em uma investigação científica, incluindo novas experiências sobre os efeitos de voos espaciais no corpo humano.

Em publicação, a NASA especificou que um dos objetivos será examinar como o tempo prolongado no espaço afeta o corpo humano. Isso será feito a partir de um conjunto de estudos que monitora a saúde dos antes, durante e após as missões.

Ao todo, serão realizados 14 experimentos nomeados como “Complementos de Protocolos Integrados para Pesquisa de Exploração Humana” (CIPHER, na sigla em inglês). A ideia é coletar “múltiplas medidas fisiológicas psicológicas da resposta humana ao tempo no espaço”.

Ao The Verge, Kristin Fabre, a vice-cientista-chefe do Programa de Pesquisa Humana da NASA, disse que a intenção dos experimentos também é “compreender o impacto da duração no corpo como um todo” o que é ainda é uma “grande lacuna de conhecimento”.

Os experimentos CIPHER incluem dados sobre força óssea, saúde ocular, funcionamento cardiovascular e atrofia muscular. 

A Estação Espacial Internacional é um bom local para realizar esses estudos por causa da microgravidade.

Como observa o Space.com, o impacto que o espaço e a microgravidade têm sobre o corpo é elevado exponencialmente conforme aumenta o tempo que os astronautas passam nesse ambiente. 

As investigações na ISS se concentram no estudo desses efeitos há mais de duas décadas. Afinal, são informações importantes para futuras viagens de humanos em espaços profundos.

“Pensamos na Estação Espacial Internacional ou na órbita baixa da Terra como um análogo ou ambiente fantástico para estudar a microgravidade em particular. Para o CIPHER, estamos realmente tentando abordar um perigo muito específico para o tipo de pesquisa que estamos realizando. Isso é algo único que a ISS pode oferecer.”

Kristin Fabre, a vice-cientista-chefe do Programa de Pesquisa Humana da NASA.

Astronautas da missão SpaceX Crew-7 vão conduzir mais de 200 experimentos no espaço

Durante o período programado para essa nova missão, serão conduzidos mais de 200 experimentos científicos pelos tripulantes, entre novos estudos e outros já em andamento.

Além das análises sobre o tempo prolongado no espaço no corpo humano, a NASA fará investigações sobre microrganismos no exterior na ISS, efeitos da microgravidade no ciclo de sono e crescimento microbiano em superfícies de aço inoxidável (como as dos sistemas de água do laboratório orbital).

Fonte: Olhar Digital / Por William Schendes, editado por Bruno Capozzi 

Compartilhe este conteúdo

Conteúdos Relacionados

Siga a Ascenda Digital

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore