fbpx

Dados: Legaltech de SC mostra quais processos mais movimentaram o setor jurídico do país em 2023

Estudo realizado pela Aurum, empresa tech para o Direito com sede em Florianópolis (SC), identificou que a indenização por danos morais foi a mais recorrente entre os litígios

Foto: Romain Dancre

Um levantamento realizado pela Aurum, empresa de tecnologia pioneira na criação de soluções para advogados autônomos e departamentos jurídicos, identificou o Direito Civil como a área com mais processos tramitados em 2023. Para produzir o estudo, a empresa utilizou como base dados coletados dentro de sua própria plataforma, que registrou 2.474.850 processos novos ou com alguma movimentação processual ao longo do último ano.

Deste montante, 492.649 estão relacionados à tramitação no Direito Civil, responsável por avaliar casos de questões relacionadas a obrigações, contratos, família, sucessões e propriedade. Na sequência está o Direito Trabalhista, área destinada a reclamações trabalhistas, tanto no rito sumaríssimo, quanto no rito ordinário, com 460.599 ações. O Direito Previdenciário aparece na terceira colocação com 109.284 litígios registrados. Já o Direito Administrativo ocupa a quarta posição na lista, com 102.886 processos. Na sequência, aparecem o Direito Tributário e o Direito Criminal, com 33.972 e 24.469 casos, respectivamente.

De acordo com Marcela Quint, CEO da Aurum, ter esses números em mente ajuda os profissionais a apresentarem uma visão mais ampla e aprofundada sobre os movimentos e direcionamentos do setor. “Os dados nos dão uma visão clara das áreas que mais mobilizam o âmbito jurídico e refletem não apenas as necessidades legais da população, mas também as tendências sociais e econômicas que influenciam diretamente o universo jurídico”, afirma. A empresa, fundada em 1993, tem sede em Florianópolis (SC), desenvolve produtos utilizados por mais de 100 mil advogados no país.

Além das áreas tramitadas, o estudo identificou ainda quais os temas mais recorrentes nas demandas judiciais, colocando a indenização devida por danos causados à honra, imagem e moral como líder das estatísticas. Casos envolvendo a temática de consumo, acidentes de trânsito e de trabalho, erro médico e divórcio completam a lista na sequência.  

As incidências por regiões também foram avaliadas, colocando São Paulo como o estado com o maior número de movimentações processuais registradas. Na sequência aparecem Rio de Janeiro, Minas Gerais e Paraná, indicando uma concentração de litígios nas regiões mais populosas e economicamente ativas do país.

Fonte: Redação SC Inova, com informações a Assessoria de Imprensa

Compartilhe este conteúdo

Conteúdos Relacionados

Siga a Ascenda Digital
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore