fbpx

Dengue em SC: fim do prazo para as inscrições da semana de mobilização para recolhimento de pneus

Os municípios catarinenses têm até o dia 1º de setembro para aderir à segunda edição da semana de mobilização para recolhimento de pneus de 2023. Para se inscrever é necessário acessar esse link. No final do formulário, o Termo de Responsabilidade, que está disponível aqui, deve ser anexado.

A semana de mobilização para recolhimento de pneus é uma parceria entre a Secretaria de Estado da Saúde (SES), com o Instituto do Meio Ambiente (IMA), por meio do Programa Penso, Logo Destino, e a Reciclanip, entidade gestora do sistema de Logística Reversa de Pneus Inservíveis em todo o Brasil.

“A ação é muito importante na prevenção das doenças transmitidas pelo Aedes aegypti. Sabemos que os pneus são potenciais criadouros para o mosquito e dar o destino correto a esse material é fundamental no controle do vetor”, destaca Ivânia Folster, gerente de zoonoses da Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (Dive).

Dengue

Aedes aegypti tem como criadouros os mais variados recipientes que possam acumular água parada. Os mais comuns são pneus sem uso, latas, garrafas, pratos dos vasos de plantas, caixas d’água descobertas, calhas, piscinas e vasos sanitários sem uso.

A fêmea do mosquito tem como característica depositar seus ovos em diversos locais, assim, também pode procurar bebedouros de animais, ralos desativados, lajes e em plantas como as bromélias. Por isso, a melhor maneira de evitar as doenças transmitidas pelo mosquito continua sendo eliminar locais com água parada.

A infecção pelo vírus dengue varia desde formas mais leves até quadros graves, podendo evoluir para o óbito. Considera-se a seguinte classificação: dengue, dengue com sinais de alarme e dengue grave.

Os sintomas mais comuns da dengue são: febre, dor de cabeça, dores musculares e nas articulações, dor atrás dos olhos e manchas vermelhas na pele.

Dor abdominal intensa e contínua, vômitos persistentes, queda de pressão e sangramento de mucosas já são sinais de alarme da doença, indicando a necessidade de procura imediata do serviço de saúde.

Ao apresentar sinais e sintomas, deve-se procurar atendimento em um serviço de saúde. A hidratação intensa é uma das principais medidas de tratamento, sendo importante que as pessoas com sintomas se hidratem desde o momento de espera pelo atendimento.

Compartilhe este conteúdo

Conteúdos Relacionados

Siga a Ascenda Digital

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore