fbpx

Eclipse solar impulsiona economia dos EUA em US$ 6 bilhões

Eclipse solar total (Imagem: Rakeshh ML Rainna/Shutterstock)

eclipse solar total trouxe uma baita sombra fora de hora sobre 12 estados nos EUA na segunda-feira (08). Mas gerou bonança para a economia de estados desde o Texas até Vermont. Para você ter ideia, estima-se que o impulso financeiro trazido pelo hype sobre o evento astronômico – também visível no Canadá e no México – foi de US$ 6 bilhões (aproximadamente R$ 30 bilhões).

  • O eclipse solar total gerou um impulso financeiro estimado em US$ 6 bilhões nos Estados Unidos, beneficiando hotéis, restaurantes e setores de viagens em 12 estados;
  • O eclipse capturou a imaginação popular dos estadunidenses. E proporcionou às cidades uma chance de se promoverem e impulsionarem suas economias locais;
  • Cidades no “caminho do eclipse” realizaram eventos de observação, com vendas de itens comemorativos, que atraíram muitos turistas. Teve até voos especiais da Delta Air Lines para observar o eclipse mais de perto;
  • O Texas, estado com maior previsão de ganhos econômicos devido ao eclipse, se beneficiou de sua grande população e cidades como Austin e Dallas, localizadas no “rastro” do fenômeno astronômico.

Essa bonança veio graças ao aumento de gastos em hotéis, restaurantes e viagens, por exemplo. A estimativa, repercutida pela CBS News, é do Perryman Group, empresa especializada em análise econômica.

Eclipse: da ciência ao imaginário popular

(Imagem: Ajay Kumar Singh/Shutterstock)

“É incrível o quanto isso [o eclipse] capturou a imaginação”, disse Ray Perryman, economista e CEO do Perryman Group, ao CBS MoneyWatch. “É concentrado num curto período de tempo, mas dá a essas cidades a oportunidade de se mostrarem, incluindo as cidades menores.”

A expectativa era que o eclipse impulsionasse as economias locais parcialmente devido ao seu timing, observou Perryman. É que, segundo o CEO, os estadunidenses tinham retomado seus hábitos de viagem pré-pandêmicos. E o evento ocorreu na primavera de lá, quando as pessoas ficam mais propícias a quererem viajar.

“Há também o fato de que não teremos outro eclipse assim por muitos anos”, acrescentou Perryman. O próximo eclipse solar total visível nos EUA só ocorrerá em 2045, segundo a NASA. “Não é apenas um fenômeno científico, mas também emocional”, disse Dan Schneiderman, coordenador de parceria do eclipse no Museu de Ciências de Rochester, à CBS News.

‘Caminho do Eclipse’

O dia 8 de abril teve grupos e eventos de observação em cidades grandes e pequenas localizadas no “caminho do eclipse” – espécie de rastro pelo território estadunidense no qual o fenômeno ficou bem visível. Os eventos foram desde o Eclipse-O-Rama 2024 com o especialista em ciências Bill Nye (US$ 325 por ingresso) até um encontro patrocinado pela NASA no Indianapolis Motor Speedway (mais acessível, US$ 20 por ingresso).

Empresas também comercializaram itens comemorativos especiais para atrair pessoas para seus eventos de observação. Por exemplo, a Rohrback Brewing Co., em Nova York, fabricou a Rohrbach Totality Black Lager. A Switchback Brewery, em Vermont, seguiu a mesma linha: lançou a Dark Side Stout para os participantes de seu evento.

(Imagem: Gergitek Gergi tavan/Shutterstock)

Outro exemplo interessante: voos para ver o eclipse. A ideia foi da companhia aérea estadunidense (claro) Delta Air Lines, conforme repercutido pela CNN Brasil. A companhia programou voos na aeronave Airbus A220-300, que possui janelas extragrandes, em rotas com vista privilegiada do evento astronômico. Uma delas saía de Austin, no Texas, com destino a Detroit. A viagem levava aproximadamente quatro horas.

Inclusive, o Texas era o estado com a maior bonança prevista: cerca de US$ 1,4 bilhão (R$ 7 bilhões), de acordo com as estimativas de Perryman. Ele disse que isso se deve em parte à grande população do Texas e ao número de grandes cidades, como Austin e Dallas, que estão no “caminho da totalidade” (locais onde deu para ver o “modo 100%” do eclipse).

Confira a cobertura do Olhar Digital sobre o eclipse solar total que ocorreu no Hemisfério Norte na segunda.

Compartilhe este conteúdo

Conteúdos Relacionados

Siga a Ascenda Digital
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore