fbpx

Mini e-bike barata fica do tamanho de uma mala em segundos

Nova bicicleta elétrica Mihogo Mini é compacta, dobrável e pode vir com vários acessórios, como cadeirinha infantil, bagageiro frontal e mais
Imagem: Mihogo/Divulgação

Quando se trata de bicicletas elétricas para andar na cidade, nem sempre o modelo maior e mais robusto é a reposta. Afinal, as e-bikes também têm tudo a ver com economia de espaço e conveniência. As fabricantes estão de olho nisso e oferecem modelos cada vez mais leves e compactos. Uma deles é a chinesa Mihogo.

A nova bicicleta elétrica da marca é a Mihogo Mini. O modelo estreou na plataforma de financiamento coletivo Indiegogo e, como o nome sugere, é um veículo bem pequeno e acessível.

Como é a e-bike Mihogo Mini

  • O tamanho impacta diretamente no peso. A bike pesa apenas 19 kg.
  • A bicicleta também é dobrável e fica no tamanho de uma mala em 10 segundos, diz o fabricante.
  • Isso significa que ela pode ser facilmente guardada em espaços pequenos ou no porta-malas do carro.
  • A pequena estatura suporta vários acessórios, como cadeirinha infantil, compartimento de bagageiro frontal e duas bolsas extras.
  • A capacidade de carga máxima da pequena e-bike é invejável: até 200 kg. 
Imagem: Divulgação
  • A Mihogo também equipou a bike com um visor de 2,4” montado no guidão que fornece informações úteis para o ciclista durante os trajetos.
A “telinha” conta com classificação IP67, ou seja, é à prova d’água e poeira. Imagem: Divulgação

Potência, bateria e autonomia

Apesar do tamanho, a máquina promete ser bastante ágil. O motor elétrico montado no cubo traseiro é de 350 watts, o suficiente para atingir até 35 km/h.

Já a bateria montada atrás do tubo do selim oferece 768 watts-hora de capacidade. A autonomia estimada da Mihogo Mini é de 100 km por carga, outra boa marca do modelo.

Preço camarada

A configuração mais barata da bike, a Mini 1, é oferecida por tempo limitado por US$ 399, menos de R$ 2 mil na cotação atual. O preço padrão é mais salgado, US$ 799 (quase R$ 4 mil). Ainda assim rivaliza com as e-bikes mais baratas vendidas no Brasil.

A Mihogo montou uma campanha de crowdfunding no Indiegogo e já levantou quase US$ 45 mil até o momento. O envio das primeiras unidades da mini e-bike está marcado para outubro deste ano.

Compartilhe este conteúdo

Conteúdos Relacionados

Siga a Ascenda Digital
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore