fbpx

Otite Canina: Conheça a doença e cuidados para evitá-la

A orelhinha, caída ou pontuda, é o charme dos cachorrinhos! Mas, uma das partes mais fofas dos cães necessita de muita atenção, já que é um ponto de risco para a proliferação de doenças! Isso mesmo, muitos tutores não sabem, mas é na orelha que se desenvolve a Otite Canina.

Imagem: Unsplash.

O que é a Otite Canina

A Otite nada mais é do que uma  inflamação no ouvido, precisamente,  no conduto auditivo.  Ela causa muita dor e acarreta sérios problemas para o animal, podendo interferir em seu processo auditivo!

A doença é mais comum do que se imagina! Quanto mais rápida a identificação da Otite mais fácil será o tratamento! Antes, é preciso entender os sintomas e quais raças ela afeta! Assim, será muito mais fácil identificar a doença e realizar o tratamento correto! Separamos algumas dicas que te ajudará nos cuidados com pet! Vamos lá?!

Imagem: Unsplash.

Fungos e bactérias são as principais causas da Otite Canina

A Otite possui vários sintomas, tudo dependerá do comportamento do animal. É muito importante entender que cada cachorro se comporta de uma maneira. E, a doença também atua de formas diferentes. Ela pode atingir o ouvido externo, interno ou o ouvido médio do animal. Dentro da orelha é possível encontrar ácaros, bactérias e fungos, eles são naturais e importantes para o organismo. 

Quado a imunidade do animal está baixa a produção de bactérias e fungos aumentam e impactam o órgão auditivo, com a produção exagerada de cera no ouvido. Além disso, pode ocorrer a infecção por corpos estranhos, como água, alimentos, poeiras e outros itens. É possível, também, ocorrer a infecção pela presença de carrapatos, fungos ou fatores genéticos. 

Imagem: Shutterstock.

Sintomas da Otite Canina

Quando os cachorros estão com alguma irritação eles tendem a demonstrar com facilidade, eles ficam estressados, coçam o corpo ou latem bastante! Então, o tutor logo entenderá os sinais de descontentamento do cãozinho! Fique sempre atento ao comportamento do animal, não ignore sinais como: 

  • estresse ou alteração no comportamento;
  • incômodos com a cabeça;
  • dores no corpo;
  • incômodos nas orelhas, com a patinha ou com movimentos violentos;
  • secreção ou odores.

Ficar de olho no comportamento do animal é muito importante, mas o que determinará o sucesso do tratamento é o acompanhamento do médico veterinário em todos os casos, é importante consultar o veterinário de sua confiança, apenas ele auxiliará no tratamento da doença!

Orelha de Cachorro: área de risco para a proliferação de doenças

Isso mesmo, é um ambiente que as bactérias adoram! Cada orelha de cachorro é de um jeito, ela varia de acordo com a raça e porte do animal. Algumas raças possuem orelhas longas e caídas, outras orelhas mais curtinha e empinadas.  Além disso, o canal auditivo dos cães não são retos! 

Por isso, a higienização deve ser realizada com muito cuidado e com avaliação do médico veterinário! Introduzir objetos poder ferir a curva do canal auditivo do animal.

Como tratar e prevenir a Otite Canina

O tratamento da otite canina varia de acordo com a causa e como o nível da inflamação. Em alguns estágios, a limpeza consegue combater a infecção, mas, em outros, é importante utilizar medicamentos específicos, como antibióticos anti-inflamatórios.

Imagem: Unsplash.

Como evitar a Otite Canina

Melhor do que tratar é prevenir! A prevenção é simples e inibe os riscos de infecção do cãozinho!  

  • utilize protetores auriculares no momento do banho;
  • escolha locais de confiança para o seu cão tomar banho;
  • seque a orelha do animal e evite água na região do ouvido;
  • certifique-se que a orelha do animal está sempre limpa, sem poeira ou objetos;
  • nunca, em hipótese alguma, remova os pelos da orelha do cachorro.

Raças propensas à Otite Canina

Sim, infelizmente, alguns cãezinhos podem desenvolver a Otite Canina por conta de sua estrutura corporal! Cães com orelhas grandes e caídas ou orelhas levantadas e pontudas são o principal alvo da infecção. Fique bem atento com raças como: Cocker Spaniel, Buldogue, Chihuahua, Teckel, Basset Hound, Golden Retriever, Dachshund, Setter Irlandês, Labrador e Pastor Alemão. 

Imagem: Unsplash.

Como limpar orelha do cachorro

A limpeza é o principal momento de atenção, ela não deve ser realizada de maneira agressiva e excessiva. Em geral, é recomendado realizar a higienização uma vez por semana. Se o cachorro não tem orelhas caídas a higienização não deve ser realizada semanalmente, ela pode remover a proteção natural do órgão.

A higienização não deve ser realizada com objetos duros ou grandes. Inclusive, não  é recomendada a utilização de cotonete, ele pode machucar o animal. Utilize uma solução, para limpar o órgão. Levante a orelha do cachorro, quando ele estiver quietinho, e aplique a solução.  Depois disso, limpe com uma algodão hidrófilo, que absorve líquidos. 

Para verificar o medicamento  ideal e a melhor maneira de higienizar o órgão do cãozinho procure um médico veterinário.

Os cão são ótimos companheiros, são seres de alegria e lealdade, mas a sua saúde também precisa de atenção! O melhor tratamento para os cães são tutores responsáveis e carinhosos. Assim, tudo ficará mais fácil! Até mesmo o tratamento de doenças! A Tudo de Bicho pode te ajudar com  diversas linhas de produtos para o seu pet! Confira o nosso site!

Fonte: Tudo de Bicho / Por: Luana Maciel

Compartilhe este conteúdo

Conteúdos Relacionados

Siga a Ascenda Digital

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore