fbpx

Pães mumificados da Segunda Guerra Mundial são encontrados no Brasil

O processo natural de mumificação é algo raro. No caso dos pães, os pesquisadores acreditam que houve uma combinação curiosa
Pães tão bem preservados são um achado muito raro (Imagem: UNEB)

Pães mumificados que datam do período da Segunda Guerra Mundial foram encontrados no sítio arqueológico Garimpo Prateado, na Bahia. O achado tem cerca de 80 anos e está em um raro estado de conservação.

O anúncio foi feito por arqueólogos da Universidade do Estado da Bahia (UNEB). De acordo com o comunicado oficial, o sítio onde os pães foram recuperados fica na zona rural da cidade de Serra de São Francisco.

Naquele local existia um garimpo de cristal de quartzo. O material era todo vendido para os Estados Unidos durante a segunda guerra. Esse tipo de pedra é estratégica sobretudo para tecnologias de comunicação.

Durante estudos no local, a universidade encontrou um acampamento de mineradores, com restos de bebidas e alguns medicamentos antigos. Próxima a essa área estava a padaria do garimpo, que hoje está em ruínas.

Pães mumificados

O processo natural de mumificação é algo raro. No caso dos pães, os pesquisadores acreditam que houve uma combinação curiosa entre as cinzas e o alimento. “como se trata de pães queimados, acreditamos que os mesmos foram descartados nas cinzas do forno da padaria, o que resultou na dessecação e consequente mumificação natural desse vestígio arqueológico”, disse Cristiana Santana, docente da UNEB e coordenadora da pesquisa.

Área da antiga padaria do garimpo onde estavam os pães (Imagem: UNEB)

“Os vestígios arqueológicos recuperados na área do Garimpo Prateado dão a indicação de que se tratava de uma área de mineração ampla, mas sem estrutura, onde os cristais de quartzo eram coletados sem utilização de maquinário eficiente, apenas com o uso de ferramentas metálicas simples e improvisadas”

Pesquisadora do LAP Joyce Avelino

 

“Esses pães excepcionalmente preservados por 80 anos é um achado muito raro na arqueologia; um exemplo parecido é de um bolo de avelã e amêndoa que foi encontrado em escavação arqueológica na Alemanha, também datado do período da II Guerra Mundial, que foi preservado em solo argiloso”, finaliza Cristiana.

Fonte: Olhar Digital | Por Lucas Soares, editado por Bruno Capozzi 

Compartilhe este conteúdo

Conteúdos Relacionados

Siga a Ascenda Digital
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore