fbpx

Vibe Tecnologia cresce cerca de 100% após contato com ecossistema de inovação catarinense

A empresa associada conta como o contato com o ecossistema de inovação promovido pela ACATE impulsionou seu negócio

Em mais de 12 anos de história, a Vibe Tecnologia se consolidou como uma empresa referência na construção de softwares e tecnologia. Com mais de 1000 projetos para grandes clientes, públicos e privados, a Vibe conta hoje com três sedes espalhadas pelo Brasil, incluindo a mais recente, fundada em Florianópolis. 

O cofundador da empresa, Sérgio Lima, afirma que “existe a Vibe antes e depois de Florianópolis” e ressalta o quanto a aproximação com o ecossistema de inovação catarinense e com a ACATE foi muito importante para o crescimento exponencial da Vibe nos últimos três anos. 

Nascida em Belém (PA), a Vibe sempre teve o objetivo de ser uma empresa com moldes disruptivos e que fugisse do tradicional. Os dois sócios fundadores sempre tiveram em mente que não desejavam seguir a trajetória de grande parte das empresas da Região Norte. “Nós não queríamos ser mais uma empresa que se desenvolve e se muda para outro país ou que passa a trabalhar para multinacionais apenas. Nosso foco sempre esteve nas pessoas e como deveríamos ser uma empresa simples, que conseguisse se conectar e tornar acessível os nossos serviços”, conta Sérgio.

Com o tempo, ficou evidente que essa busca por ser uma empresa menos burocrática, mais acessível e voltada para as pessoas fazia parte da Cultura de Inovação que sempre esteve presente na Vibe, mesmo antes dos conhecimentos teóricos, que foram aprofundados alguns anos depois com a aproximação com a ACATE. 

Essa aproximação com o ecossistema de inovação catarinense se deu quando o Head de Inovação e Transformação Digital da empresa, André Coelho, viu em Florianópolis um terreno fértil para empreender e potencializar ainda mais o crescimento da Vibe. “Achei muito interessante o trabalho da ACATE e senti uma sinergia muito grande em relação a algo que a Vibe também acredita: a cooperação como chave para alavancar resultados”. De acordo com André e Sérgio, no ecossistema promovido pela ACATE, a empresa se sentiu abraçada e várias conexões de valor surgiram a partir do momento que a Vibe se tornou incubada pelo MIDITEC e hoje, uma associada à ACATE.

“Durante a incubação no MIDITEC, passamos a entender melhor como funciona o ambiente de inovação, e isso nos possibilitou inovar e fortalecer essa cultura na Vibe de forma assertiva. Aprendemos muito sobre processos e a teoria do campo. Com isso, conseguimos aprimorar nossa Cultura de Inovação, o que transformou a forma como nos relacionamos entre nós, com nossos clientes, nossos fornecedores e parceiros e isso trouxe muitos frutos”, relatou André.

O Head de Inovação aponta ainda como participar da incubadora foi primordial para o aprimoramento de várias áreas da empresa. “Apesar de desenvolvermos produtos e serviços de tecnologia, quando fomos incubados no MIDITEC, passamos a olhar “para dentro de casa” e percebemos que poderíamos melhorar ainda mais várias frentes dentro da Vibe. Vários processos foram otimizados e hoje temos um dos RHs mais inovadores do Brasil, um setor Financeiro super automatizado, vários colaboradores trabalhando com BI e muito mais. Tudo isso foi possível sendo parte da ACATE e do ecossistema de inovação de SC”.

O próximo passo foi então fundar uma sede da empresa na capital catarinense. “Fundamos uma sede em Florianópolis porque encontramos aqui o que precisávamos e procurávamos há algum tempo. Aqui, temos um ambiente mais favorável em maturidade de negócios e também mais propício para desenvolver ações e conexões com outros empreendedores” afirmou Sérgio. E as conexões foram ainda mais potencializadas a partir da participação da Vibe na Vertical de Negócios Smart Cities. “Dentro da Vertical Smart Cities, nos sentimos acolhidos e tivemos oportunidade de conhecer outras empresas que também trabalham diretamente com Governos e Prefeituras. Isso nos permitiu a troca de conhecimentos, experiências e gerou oportunidade de negócios que hoje se estendem até o Norte do país, em parcerias feitas com outras empresas associadas que também são da região Norte, inclusive”.

Para o futuro, o foco da Vibe continua focando nos principais pilares que fizeram a empresa chegar até aqui: as pessoas e nunca deixar de inovar. “Com tudo que fomos expostos a partir da apresentação e aproximação com a ACATE e o ecossistema catarinense, ficou evidente que poderíamos e deveríamos levar essa inovação também para Belém e para toda a Região Norte”, afirmou o fundador da Vibe, Sérgio Lima. A empresa, desde que foi criada, sempre se manteve próxima de entidades públicas, como universidades e prefeituras, em busca de retribuir seus avanços para a sociedade de alguma maneira, sendo por meio de capacitações, mentorias ou como uma empresa parceira para empreendedores que estão iniciando suas jornadas. 

“Queremos que mais empresas pelo país conheçam o ecossistema catarinense, a ACATE e tudo que eles têm a oferecer. Nosso objetivo segue sendo diminuir distâncias, promover conexões e fazer com que a Vibe se torne uma empresa de apoio para novos negócios. Acho que é importante que outros empreendedores conheçam o ecossistema e todas as oportunidades que ele oferece. Dessa maneira, podemos promover ações que levem a inovação de um estado para o outro e potencialize as trocas e conexões por todo o Brasil”, afirma Sérgio.

A Vibe é hoje a maior empresa de serviços de software do Pará, em faturamento e em número de funcionários, e também uma empresa GPTW há vários anos consecutivos, tendo sido listada em 2022 como a Melhor Empresa Da Região Norte Para Se Trabalhar.

Fonte: ACATE

Compartilhe este conteúdo

Conteúdos Relacionados

Siga a Ascenda Digital
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore