fbpx

Vírus “parente” da Covid-19 pode ter sofrido mutação, diz OMS

OMS estuda caso de paciente infectado nos Emirados Árabes que não viajou ou teve contato com dromedários, animais que transmitem o vírus
Imagem: Kateryna Kon/Shutterstock

Um caso misterioso de Síndrome Respiratória do Oriente Médio (MERS) está sendo investigado pela Organização Mundial da Saúde (OMS). O paciente foi infectado em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos, mas não viajou recentemente ou teve contato com dromedários, animais típicos da região e que podem transmitir o vírus para humanos.

O MERS-CoV é um vírus parente do SARS-CoV-2, responsável pela Covid-19. Ambos são classificados como membros da família dos coronavírus e podem causar complicações respiratórias graves.

O paciente, de 28 anos, não tem nenhuma comorbidade e teve uma infecção considerada grave, precisando ser internado em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI). O estado de saúde dele está controlado, e nenhum dos 108 contatos próximos a ele foram diagnosticados com a doença até o momento.

Vírus pode ter sofrido mutação

  • Uma das teorias da OMS é a de que o vírus pode ter sofrido mutação: “será importante sequenciar o vírus e realizar análises genômicas para detectar padrões incomuns”.
  • O processo de análise genômica já começou e “identificará qualquer evolução genética do vírus e apoiará os esforços globais de avaliação de risco da OMS”.
  • Enquanto não há uma resposta para o caso, a orientação das autoridades de saúde é reforçar os hábitos de higiene entre aqueles que têm contato com animais, como os dromedários.
  • A Organização Mundial da Saúde também lembra que não há necessidade de pânico em função do caso.

MERS: o que é

  • Os primeiros casos de MERS foram identificados em 2012, no Oriente Médio.
  • Atualmente, a região ainda concentra a maioria dos diagnósticos da doença.
  • Segundo os médicos, isso corre pelo fato do MERS-CoV ser transmitido prioritariamente por animais, como os dromedários.
  • Mas assim como a Covid-19, humanos infectados também podem transmitir o vírus.
  • No total, 2.605 casos de MERS foram registrados em todo o mundo, com 936 mortes.
  • Até o momento, “nenhuma vacina ou tratamento específico está disponível atualmente”, afirma a OMS.

Com informações de OMS.

Fonte: Olhar Digital | Por Alessandro Di Lorenzo, editado por Bruno Capozzi 

Compartilhe este conteúdo

Conteúdos Relacionados

Siga a Ascenda Digital
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore