fbpx

Desemprego atinge com mais força jovens entre 14 e 24 anos

Segundo uma pesquisa recente, o número de jovens desempregados chega a mais de 5 milhões e a principal causa é a falta de capacitação

Para um bom emprego é preciso ter uma boa educação. Não há como contestar a frase anterior, no entanto, na prática, para ter acesso à educação de qualidade, via de regra, o dinheiro é o fator mais importante, mas como ter dinheiro para investir em educação sem um bom emprego? A conta não fecha. Uma pesquisa realizada pela Subsecretaria de Estatísticas e Estudos do Trabalho, do Ministério do Trabalho, trouxe um recorte estarrecedor da realidade do jovem no país. Dos 207 milhões de habitantes no Brasil, 17% são jovens de 14 a 24 anos e, desses, 5,2 milhões estão desempregados e a maioria não conseguiu, sequer, completar o Ensino Médio. Olhando de uma forma mais aprofundada, dos jovens que estão sofrendo com o desemprego e falta de boa educação, 52% são mulheres e 66% são pretos e pardos.

Para diminuir essa lacuna e virar o jogo contra o desemprego, o Instituto PROA, desde 2007, capacita jovens de baixa renda e, por meio das empresas parceiras do projeto, os integra no mercado de trabalho. Atuando em 11 estados brasileiros, desde a sua fundação o PROA já impactou mais de 36 mil jovens. O Instituto PROA está com inscrições abertas para preencher mil vagas do curso de capacitação profissional em Santa Catarina. As vagas são destinadas a jovens entre 17 e 22 anos, que estão concluindo ou já terminaram o Ensino Médio em escolas públicas.

O processo seletivo para o curso da Plataforma PROA está aberto até o dia 14 de abril de 2024 e as aulas começam dia 27 de maio. Para participar, os interessados precisam fazer a inscrição no site do PROA, depois responder a um teste básico de língua portuguesa, matemática e análise de perfil, e, se for aprovado, seguir para a etapa de preenchimento dos dados pessoais para realizar a matrícula no curso. O link para inscrição é o proa.org.br

O curso do PROA, que terá início dia 27 de maio, tem carga horária de 100 horas e é dividido em 4 módulos que preparam os alunos para definirem metas profissionais e se saírem bem nas entrevistas de emprego: Autoconhecimento, Projeto Profissional, Raciocínio Lógico e Comunicação. Semanalmente há também encontros ao vivo mediados por tutores.

Os jovens podem optar por cursar um 5º módulo com uma trilha técnica específica. São 8 carreiras à escolha, patrocinadas por grandes empresas, com 50 horas de preparação para cada: Administração (P&G), Logística (P&G), Excel e Power BI (Microsoft), Varejo (Fundação Casas Bahia), UX Design (Accenture), Promoção de Marcas (BRF), Educação Financeira (Bloomberg + Dahlia Capital) e Atendimento a Clientes (IMFG). Ao final do curso, os participantes recebem certificado de conclusão e acesso a uma plataforma exclusiva de vagas de emprego. 

“Temos o objetivo de criar oportunidades de emprego para os jovens. Sabemos o quanto os jovens precisam de qualificação profissional e o quanto isso reflete no primeiro emprego. O PROA tem justamente essa missão, que é capacitar e oferecer profissionais capacitados e prontos para o mercado de trabalho”, afirma Alini Dal’Magro, CEO do Instituto PROA.

Cerca de 85% dos alunos conseguem emprego após o curso, como é o caso da ex- aluna do PROA- SC, Stefany Martins, que estava em busca do seu primeiro emprego quando conheceu o curso de capacitação do PROA. “Meu currículo não era atrativo, não tinha nenhum curso e nem experiência, estava difícil encontrar uma vaga de emprego, foi aí que encontrei a Plataforma PROA que me ajudou a ingressar no mercado de trabalho”, relata a jovem. A PROANE ainda complementa que o curso abriu várias portas de oportunidades e conhecimentos importantes para sua trajetória no mundo corporativo. 

Sobre o Instituto PROA

O Instituto PROA foi fundado em 2007 com o objetivo de auxiliar jovens de baixa renda a ingressarem no mercado de trabalho, dividindo conhecimentos sobre carreiras, planejamento, autoconhecimento para vocações e comunicação. Desde então, já impactou mais de 36 mil alunos com seus dois principais projetos, Plataforma PROA – preparação para o primeiro emprego – e PROPROFISSÃO – curso de programação para quem deseja ser um(a) desenvolvedor(a) Java Junior. A Plataforma PROA está presente nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, e em 2024, chega em Goiás, Mato Grosso do Sul, Distrito Federal, Bahia e Pernambuco.

 

Serviço – Plataforma PROA

  • Processo seletivo para a Plataforma PROA: 14 de fevereiro a 14 de abril
  • Início das aulas: 27 de maio de 2024
  • Inscrições no site: proa.org.br

 

Requisitos: 

  • Ter entre 17 e 22 anos;
  • Morar em Santa Catarina;
  • Estar cursando ou ter concluído o 3º ano do Ensino Médio em escola pública.

Fonte: ACATE – Associação Catarinense de Tecnologia

Compartilhe este conteúdo

Conteúdos Relacionados

Siga a Ascenda Digital
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore