fbpx

Guia da Alma: startup de SC quer ser maior player digital de terapias complementares para empresas

Healthtech de Florianópolis cresce 50% no ano conectando mais de 250 terapeutas a quase 20 mil pessoas – e agora foca no mercado corporativo. Os sócios Liana Chiaradia e Rodrigo Roncaglio (foto) detalham os planos.

Crédito: Divulgação

A procura por terapias online cresceu assustadoramente durante os anos da pandemia. De acordo com pesquisas lideradas pela PICCovid-Fiocruz, 61% dos brasileiros procuraram algum tipo de terapias complementares entre 2020 e 2021. Foi nesse período que uma healthech de Florianópolis (SC), que desenvolve uma plataforma que conecta usuários a terapeutas, viu o faturamento quadruplicar e ganhar espaço entre os fornecedores de tecnologia para saúde. 

Guia da Alma foi fundado em 2015 na capital catarinense pelos sócios Liana Chiaradia e Rodrigo Roncaglio a partir de uma experiência no Startup Weekend (junto a outras duas terapeutas que hoje atuam como parceiras), evento de empreendedorismo inovador que desafia os participantes a criar e validar um modelo de negócio inovador ao longo de um final de semana. Com sete anos de atuação, a empresa hoje conecta mais de 250 terapeutas a cerca de 20 mil vidas em todo o país. 

“A pandemia reforçou que é importante cuidar da saúde mental e é possível fazer isso com terapias complementares online. Desde então as barreiras que existiam para a difusão desse mercado caíram e conseguimos acelerar o nosso crescimento”, avalia Rodrigo.

O modelo de negócio é um misto de B2C (em que pessoas físicas são o usuário final) e B2B2C (quando uma empresa faz a intermediação), mas agora a ideia é focar no mercado corporativo (B2B), com um objetivo ousado: tornar o Guia da Alma o principal player digital de terapias complementares para empresas no Brasil. 

Entre 2020 e 2023, a plataforma já promoveu mais de 50 mil sessões terapêuticas, registrou 12 mil avaliações 5 estrelas e cresce mais de 50% ao ano. A Guia da Alma também já soma cerca de R$ 1 milhão em investimentos recebidos e neste ano estima dobrar o faturamento com relação ao ano passado. A projeção considera o resultado de investimentos no segmento para empresas e nos setores comercial, de desenvolvimento, marketing e pessoas.

“Nosso objetivo nessa transição é oferecer a melhor experiência no meio corporativo, conectando nossa rede de terapeutas de alto nível e promovendo ações que facilitem o bem-estar dos colaboradores, sem deixar de lado o que já construímos até agora”, ressalta a CMO Liana.

FALTA DE FONTES CONFIÁVEIS NA WEB IMPULSIONOU O NEGÓCIO

O negócio surgiu com uma inquietude pessoal dos sócios (e casal), que buscavam um estilo de vida mais saudável e novas formas de cuidado e bem-estar. “Quando a gente buscava informação na internet, não achávamos fontes confiáveis sobre terapias complementares e era difícil encontrar profissionais bem referenciados. O que inicialmente era um incômodo nosso foi validado como uma dor comum a outras pessoas e notamos que havia uma demanda de mercado a ser explorada”, recorda Liana.

A ideia virou uma oportunidade de negócio que inclui a oferta de diferentes tipos de terapias, como meditação, reiki, hipnoterapia, programação neurolinguística e psicanálise, capazes de ajudar não só os idealizadores da startup, mas milhares de outras pessoas em todo o Brasil a terem uma vida mais saudável.

A primeira versão da plataforma foi lançada em 2016, focada em intermediar o contato de terapeutas e pacientes para a realização de terapias online ou presenciais, e com blogs e cursos dedicados ao setor. Depois é que foi desenvolvido o serviço de atendimento a empresas, que envolve sistema de mapeamento de saúde mental, palestras, SIPAT Online e blog (dedicado a gerar conhecimento para funcionários, profissionais de RH, líderes, CEOs e executivos).

No Startup Summit 2023, que acontece entre os dias 23 e 25 de agosto, em Florianópolis, a Guia da Alma vai colocar à prova a estratégia B2B, com um estande transformado em ambiente de descompressão e bem-estar em plena maratona de palestras, workshops e feira de negócios. A empresa também conteúdos sobre saúde mental de empreendedores e founders, além de palestras sobre o Setembro Amarelo (conscientização social no combate aos casos de suícidio). 

“Em eventos anteriores onde já fomos expositores, as pessoas sempre comentavam que estavam ansiosas, na correria, e que encontravam em nosso estande um refúgio para desacelerar e cuidar de si. Buscar formas de promover a saúde mental está em alta no meio corporativo, como tendência e também como necessidade”, resume Liana.

Fonte: Redação SC Inova, com informações da Assessoria de Imprensa

Compartilhe este conteúdo

Conteúdos Relacionados

Siga a Ascenda Digital
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore