fbpx

Inovações e tecnologias para o varejo: Confira as tendências de mercado que passaram pelo Varejo Tech Day 2024

Evento teve a presença de líderes nacionais nos segmentos de supermercados, shopping centers, telecomunicações, pet e farmácia
 

Com mais de 600 participantes, o Varejo Tech Day teve sua 3ª edição realizada em um dia movimentado pela geração de networking e conhecimentos sobre tecnologia, inovação e investimentos, além de temas relacionados aos segmentos varejistas de supermercados, shopping centers, telecomunicações, pet e farmacêutico. 

O evento realizado anualmente pela Vertical Varejo foi realizado em Florianópolis, durante o dia 04 de julho de 2024, no CIA Primavera. A programação do encontro de tecnologia e inovação para o setor varejista teve início com momentos de conexão entre os participantes em um almoço e coquetel, oferecidos pela empresa Zanthus, e também na rodada de negócios “Matchmaking by Grupo Boticário”, que lotou o auditório do CIA Primavera para a apresentação de pitches reversos de cerca de 20 players, entre investidores e corporações.

Para o período da noite, o Varejo Tech Day reservou uma trilha de conteúdos ministrados por executivos de empresas líderes no setor varejista nacional. Na abertura das palestras e painéis, o diretor da Vertical Varejo da ACATE, Bruno Guimarães, ressaltou a relevância do grupo da ACATE. “A Vertical Varejo é a maior das Verticais de Negócios da ACATE, reunindo mais de 150 empresas que se juntam com o propósito de criar conexões, gerar negócios entre startups, empresas de tecnologia e varejistas. E é exatamente isso que trazemos para o Varejo Tech Day e em diversas iniciativas”.

A Vertical Varejo da ACATE tem como mantenedores a Algar Telecom, Almeida Junior, Grupo Panvel, Questum e, entre as novidades anunciadas nesta edição do Varejo Tech Day, o Fort Atacadista também fará parte do grupo de mantenedores. Para a realização do evento, foram patrocinadores o Grupo Boticário, Zanthus, Fort Atacadista, Helio Print, Yungas, Harmo, Opens Tecnologia, Zucchetti, Hipartners e a apoio Nexpon como apoiadora.

Confira mais detalhes sobre os principais assuntos debatidos no Varejo Tech Day em 2024:

🚀 Tendências de consumo no varejo

A palestra que abriu a série de conteúdos do Varejo Tech Day em 2024 foi apresentada por Jean Klaumann, CEO da Neogrid, sobre tendências e insights para o setor varejista. O executivo apontou aspectos que influenciam o relacionamento entre empresas e seus clientes, como o aumento da longevidade da população mundial e as diferentes formas de consumir que as gerações vivenciaram ao longo do tempo até chegar ao modelo virtual da atualidade.

De acordo com Klaumann, as transformações exigem que as empresas se adaptem e aproveitem as oportunidades. Algumas das mudanças na forma de consumir trazidas por novas gerações foram citadas pelo executivo:

• Maior conexão ao uso ante a posse de bens;
• Prioridade para consumo de produtos de empresas conscientes, sustentáveis e que promovam a diversidade;
• Apreço à exclusividade, produtos customizados e sortidos.

Neste contexto, existe também a necessidade das empresas se adequarem à forma de comunicação, a qual está em constante transformação pelas redes sociais que criam novas tendências e têm públicos distintos em cada uma das plataformas. Jean Klaumann acrescenta que a inteligência artificial também traz impactos ao gerar oportunidades para oferecer produtos com assertividade e, assim, aumentar a taxa de conversão.

🐶🐱 Tecnologia e inovação no mercado pet

Uma das principais palestras do Varejo Tech Day 2024 teve como foco o mercado pet, com a palestra de Paulo Nassar, CEO e cofundador da Cobasi. O executivo relembrou a história da empresa que foi criada em São Paulo por seu pai, em 1985, como uma loja agropecuária. 

Nassar definiu a história da Cobasi pela palavra “resiliência” por atravessar momentos de mudança no comportamento dos consumidores e outras situações difíceis da economia brasileira, entre elas, a alta da inflação logo nos primeiros anos do negócio. 

Nos anos 90, o executivo e os sócios promoveram a primeira disrupção, transformando o modelo de estabelecimento agropecuário para uma loja de experiência de produtos e serviços para animais de estimação. Por volta dos anos 2000, a Cobasi começa a se expandir para outras cidades para além da capital paulista.

Em 2018, a empresa passa por outra grande mudança, que se refere à transformação digital do negócio a partir da criação de uma área de inovação – a Cobasi Labs. De acordo com Nassar, o investimento em tecnologia permitiu gerar soluções “dentro de casa”, como microsserviços para o site e e-commerce, além de um novo aplicativo. A aposta na omnicanalidade, ou seja, em atuar tanto em lojas físicas quanto no meio virtual, aconteceu antes mesmo da pandemia, o que colocou a varejista à frente no mercado.

“O fato da companhia ter se antecipado à digitalização e à transformação digital fez uma diferença enorme. Tivemos uma aceleração nas vendas digitais que, antes da pandemia, representavam entre 10% e 12% e alcançaram até 20% ou 22%”, ressalta o CEO e cofundador da Cobasi. Ele acrescenta que, hoje, 60% das vendas digitais acontecem no aplicativo e a disponibilidade virtual permite uma jornada “app first” para o cliente que, por exemplo, deseja retirar produtos na loja e agendar serviços para seus pets.

🤖 Inteligência Artificial (IA) para líderes dos mercados farmacêutico, de telecomunicações e de shopping centers

“Como seguir inovando com Inteligência Artificial (IA)” foi o tema do painel que levou ao palco do Varejo Tech Day as lideranças: Alexander Arnold, diretor de Tecnologia, Inovação, Dados e IA da Panvel, Rafael Fiedler, diretor de Marketing e Relacionamento da Almeida Junior, Lisiane Monteiro, Tribe Leader na Algar Telecom, e com a mediação de Fábio Nunes, diretor de Tecnologia do Grupo Boticário e vice-diretor da Vertical de Negócios de Varejo da ACATE.

Os painelistas abordaram suas jornadas de implementação da tecnologia visando atingir públicos internos e externos que se relacionam com os negócios. Entre as aplicações apresentadas estiveram:

• Solução para comunicação mais efetiva a partir da análise de dados;
• Robô para realizar análise de contas e questões jurídicas;
• Apoio a consultores de vendas para abordagem com clientes;
• Chatbot para atendimento tanto de consumidores quanto para os colaboradores;
• Soluções para aprimorar estoque e estratégias de vendas;
• Melhoria no processo de busca de produtos, podendo encontrá-los a partir de nomes ou aspectos informais atribuídos a eles.

🛒 Transformação digital no segmento supermercadista 

O palco da terceira edição do Varejo Tech também recebeu Alfredo Lopes, diretor de Tecnologia do Grupo Pereira, o qual tem entre suas operações a rede de supermercados Fort Atacadista, e Ana Carolina Rosa, diretora de Planejamento Estratégico, Experiência do Cliente e Data & Analytics do Grupo Pão de Açúcar (GPA). Ambos compartilharam tecnologias e inovações que as empresas implementam no contexto de transformação digital.

Alfredo Lopes detalhou sobre estratégias de digitalização, mídia e experiência do consumidor dentro da loja, além de soluções de chatbot e automação de processos que trazem benefícios também , por exemplo, para a área de logística das operações do Grupo Pereira. Já Ana Carolina apresentou o processo de absorção de soluções inovadoras de acordo com as necessidades identificadas pelo GPA ao longo da jornada dos clientes.

💰 Investimentos em startups do varejo

Outro painel do Varejo Tech Day apresentou ao público a questão “o inverno das startups acabou?”. Para debater sobre o tema da escassez de aporte de recursos por investidores em negócios, Walter Sabini Jr, CEO do fundo de investimentos HiPartners Capital&Work, subiu ao palco ao lado de executivos da empresa Indicium: a cofundadora e CBDO, Isabela Blasi, e o CEO, Matheus Dellagnelo.

O painel reuniu dois players relevantes no cenário de investimentos no estado. A Indicium é uma startup catarinense que foi investida em maio de 2024 com o valor de US$ 40 milhões pela gestora americana de venture capital Columbia Capital. E o fundo de investimento HiPartners Capital&Work possui foco e especialização no setor varejista, tendo em seu portfólio startups de Santa Catarina como a Harmo e a Equilibrium – ambas vieram a ser adquiridas por outras empresas recentemente.

Os executivos da Indicium detalharam o processo de internacionalização da empresa que possui soluções de serviços em dados e IA. De acordo com Isabela Blasi, o posicionamento global da empresa atraiu o olhar de investidores estrangeiros, os quais possuíam capacidade de agregar conhecimentos e estratégias para o momento da startup. Matheus Dellagnelo também acrescentou que o crescimento do negócio aconteceu no modelo “bootstrap”, ou seja, sem a necessidade de investimentos externos e a busca pela captação veio a partir da expansão global e a consolidação no mercado latinoamericano.

Além da visão da startup sobre seu posicionamento para alcançar o investimento, Walter Sabini Jr, apontou que a incógnita sobre o inverno das startups ter chegado ao fim ainda existe e que, hoje, o processo de seleção de empresas para investir é muito mais seletivo e criterioso devido ao cenário econômico. Ele acrescenta também que a característica do modelo “bootstrap” se tornou mais relevante para a captação de recursos.

Apontado por Isabela Blasi como fator determinante para chegar ao investimento, o processo de internacionalização também posiciona o mercado de tecnologia do Brasil em outro patamar: “Internacionalmente, o brasileiro não é visto como uma potência tecnológica. E a partir do momento que uma empresa nascida em Florianópolis, com muitos talentos daqui e com entregas de qualidade global, isso nos coloca em outro nível, colocando Santa Catarina e o Brasil no mapa como referência em tecnologia”. Hoje, além da base catarinense, a empresa possui também sede nos Estados Unidos, em Nova Iorque, com cerca de 10 profissionais.

A Vertical Varejo da ACATE

A Vertical Varejo é composta por mais de 150 empresas que atuam no desenvolvimento e comercialização de soluções tecnológicas para o varejo. No grupo há soluções para: melhoria da experiência dentro de loja, fidelidade do cliente, gestão de loja, recomendações e avaliações, plataformas e ferramentas, marketing e CRM, meios de pagamentos, promoções e recompensas, logística, além de IoT, Big Data e novas tecnologias.

Fonte: ACATE – Associação Catarinense de Tecnologia

Compartilhe este conteúdo

Conteúdos Relacionados

Siga a Ascenda Digital

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore