fbpx

Parceria entre Polícia Militar e Secretaria Ciência, Tecnologia e Inovação estreia tecnologia via satélite em viatura

Polícia Militar de Santa Catarina aprimora comunicação com instalação de antena Starlink em viatura do 11º BPM em São Miguel do Oeste

Fotos: Divulgação

O governador Jorginho Mello assinalou o compromisso do Governo com o investimento nas Forças Policiais. “O incremento de novos oficias e novos soldados na Polícia Militar se faz necessário para que possamos continuar garantindo a qualidade dos serviços que prestamos aos nossos cidadãos. Tenho orgulho de apoiar a nossa Polícia Militar Catarinense, com novas viaturas, melhores equipamentos e condições de trabalho, entregando até farda nova para os policiais. Estou muito feliz de ver esses novos e valorosos profissionais que irão atuar em prol da nossa população”, afirmou.

Para o comando do 11º BPM/Fron, tenente-coronel Alciones Pulga, a tecnologia via satélite vai ajudar no trabalho operacional na região. “Na fronteira no Extremo-Oeste de Santa Catarina, ainda temos grandes extensões sem cobertura móvel”, afirmou. Objetivo do projeto é realizar um estudo técnico por meio da viatura da Polícia Militar destacada para o Programa Rede Rural. Assim sendo, a região elegida para o início do estudo foi o Oeste do estado. Via satélite, pretende-se levar a conectividade Wi-Fi para as regiões mais remotas, onde hoje não possui sinal de cobertura e sinal de telefonia móvel.

O uso da antena será o facilitador para conectar o celular da PMSC que está na viatura para receber as chamadas de emergência e também para auxiliar na localização dos eventos que são acionados.

A Tecnologia – A antena Starlink possibilita atividades que historicamente não eram possíveis com a Internet via satélite, como transmissão e videochamadas.

A atual tecnologia de internet via satélite tem latência de 600 milissegundos, que é o tempo que um bit ou pacote de dados leva para chegar de um computador a outro. Já a Starlink promete oferecer internet de longo alcance e rápida, com transferência de até 1GB por segundo e latência de 25 milissegundos.

A expectativa é que, até 2025, 40 milhões de usuários façam uso da banda larga com a nova tecnologia no mundo.

Fonte: Por ASCOM | PMSC 

Compartilhe este conteúdo

Conteúdos Relacionados

Siga a Ascenda Digital
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore