fbpx

PJSC formaliza parceria com a ACATE para o programa de Inovação Aberta do

O Poder Judiciário de Santa Catarina busca por soluções inovadoras nos problemas do seu dia a dia
Imagens: Divulgação/TJSC

O Poder Judiciário de Santa Catarina formalizou nesta semana (19/7) a contratação da Associação Catarinense de Tecnologia (ACATE) para atendimento das demandas por soluções inovadoras nos problemas do seu dia a dia. O ato ocorreu na sede da Associação, na SC-401, e serviu como ponto de partida para essa nova etapa do processo de inovação do PJ catarinense.

A reunião foi comandada pelo presidente do TJ, desembargador João Henrique Blasi, e contou com a presença de toda a diretoria do PJSC, bem como do diretor de Inovação e Novos Negócios da ACATE, Silvio Kotujansky. Ele apresentou os detalhes do contrato e o modelo de parceria que vai buscar as soluções de inovação aberta no mercado.

A ACATE conta hoje com 1,6 mil empresas associadas. São mais de 100 mil pessoas entre colaboradores e empreendedores. “É um horizonte muito promissor, um ecossistema fortíssimo à disposição do TJ para buscar as soluções de inovação necessárias. Uma coisa é dar o peixe, outra é ensinar a pescar. Quando a gente passa para a inovação aberta, a gente ensina a pescar. É o ensino através de metodologia, experiência e mudança de cultura”, destacou Kotujansky.

Imagens: Divulgação/TJSC

Por meio do contrato, o PJSC estará conectado ao programa de inovação aberta da ACATE (LinkLab), buscando startups para ajudar na resolução de seus desafios. O Núcleo de Inovação da Assessoria de Planejamento (Asplan) do Tribunal também estará integrado ao ambiente de inovação, a partir de sua atuação junto ao Centro de Inovação ACATE Primavera, na SC-401.

O presidente do TJSC lembrou que a reunião tem um significado importante porque marca uma mudança de cultura na instituição, abraçada pelos diretores e pelos mais de 12 mil colaboradores em todo o Estado. Acrescentou que a inovação é cada vez mais importante no Judiciário catarinense, e citou a mudança recente da substituição dos processos físicos, em papel, para os processos digitais. 

“Hoje, as mudanças requerem um constante aperfeiçoamento, e é o que buscamos nessa colaboração. Existem outros tipos de procedimentos adotados por tribunais do país. Mas a nossa alternativa aqui é, a meu ver, muito mais adequada, muito menos burocratizada, e vai proporcionar a entrega mais rápida dos produtos que viermos a necessitar. Tenho certeza que essa parceria vai nos trazer inúmeros resultados positivos. Ganha a ACATE, ganha o Tribunal e ganha o jurisdicionado de Santa Catarina”, afirmou.

O primeiro passo da colaboração foi o diagnóstico de maturidade da cultura de inovação no PJSC. Já o segundo passo foi o mapeamento dos desafios de inovação aberta com os gestores internos. Ao todo, 14 desafios foram levantados. Eles serão agora lançados para o ecossistema de startups e empresas em busca de soluções. Três desses desafios foram destacados dos demais e detalhados aos participantes da reunião.

Imagens: Divulgação/TJSC

Conheça os desafios de inovação aberta já iniciados pelo TJSC:

Desafio 1 – Facilitar a negociação de títulos executivos judiciais e extrajudiciais com a mínima intervenção do PJSC

Área: Coordenadoria Estadual do Sistema dos Juizados Especiais e do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (Cojepemec)

Patrocinador: desembargador Silvio Dagoberto Orsatto – Coordenador da Cojepemec

Desafio 2 – Aumentar a adesão às ações e campanhas de saúde

Área: Diretoria de Saúde

Patrocinador: Alexsandro Postali –  Diretor-geral administrativo

Desafio 3 – Realizar contratações públicas instantâneas

Área: Diretoria de Material e Patrimônio

Patrocinador: Alexsandro Postali –  Diretor-geral administrativo

Fonte: ACATE / Conteúdo: Assessoria de Imprensa/NCI / Responsável: Ângelo Medeiros 

Compartilhe este conteúdo

Conteúdos Relacionados

Siga a Ascenda Digital
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore