fbpx

Projeto da Epagri para preservação de sementes crioulas ganha prêmio ambiental

Um projeto executado pela Epagri em 19 municípios do Meio Oeste Catarinense para preservar as variedades crioulas existentes na região foi o vencedor na categoria Agropecuária do Prêmio Expressão de Ecologia 2022/23, maior premiação ambiental do país no segmento empresarial. O troféu Onda Verde foi recebido pelos extensionistas Frei Rogério e coordenadores do projeto Adriana Francisco e Elcio Pedrão nesta sexta-feira (4), em Florianópolis.
O prêmio foi recebido pelos coordenadores do projeto, Adriana e Elcio (à dir), acompanhados do gerente de extensão rural e pesqueira, Hoilson Fogolari (Foto: Divulgação/Epagri)

Variedades crioulas são plantas conservadas que foram obtidas através de seleção e cruzamento natural realizada pelos agricultores ao longo de muitas gerações. Esse processo é obtido pela prática de armazenar as melhores sementes da lavoura para o ano seguinte, quando são selecionados apenas os tipos com determinadas características desejáveis, gerando um melhoramento natural.

Adriana destaca que as sementes crioulas são de fundamental importância para garantir a segurança e a soberania alimentar dos povos, pois oferecem diversidade de culturas de autoconsumo e subsistência com menor custo, já que seu uso não depende das empresas detentoras de patente, como ocorre com híbridas e transgênicas. “Variedades crioulas também contribuem com a biodiversidade dentro dos sistemas de produção. Garantir a biodiversidade é assegurar a sustentabilidade dos sistemas naturais e dos sistemas cultivados”, diz a extensionista.  

Projeto Guardiões de Sementes

O projeto Guardiões de Sementes vem sendo desenvolvido desde 2015 pelo escritório da Epagri em Frei Rogério, em parceria com os agricultores Gérson Mauro Fertig e Diodato Neves Tessaro Delfes. Nos 19 municípios de abrangência, a equipe promoveu reuniões, encontros, oficinas e palestras com objetivo de conscientizar e motivar estudantes, professores e agricultores a multiplicarem e seguirem trocando sementes crioulas.

Para isso, o projeto distribuiu cerca de dois mil kits contendo mais de 200 variedades de sementes crioulas de diversos tipos, como milho, feijão, arroz, girassol, tubérculos, ervilha, pipoca, flores e frutos. “Havia agricultores que há muito tempo já tinham perdido suas sementes crioulas. Por meio do projeto eles resgataram as espécies e voltaram a cultivar”, comemora Elcio.

As ações mobilizaram 10 escolas, cerca de 100 professores, mais de 1,5 mil alunos e mais de 500 agricultores. Foram mais de 20 eventos organizados e cerca de 30 técnicos da Epagri se envolveram no trabalho.

Premiação reconhecida pelo Ministério do Meio Ambiente

Prêmio Expressão de Ecologia foi criado em 1993 pela Editora Expressão, com objetivo de divulgar as principais ações de sustentabilidade e incentivar a replicabilidade dessas iniciativas. Na sua 29º edição teve 161 projetos inscritos e 26 vencedores.

A Epagri soma 24 vitórias e se mantém como a maior vencedora do Prêmio, que se tornou a maior premiação ambiental do país no segmento empresarial com reconhecimento do Ministério do Meio Ambiente.

Em vinte e nove anos de realização, o Prêmio Expressão de Ecologia registrou 3.279 cases inscritos, das principais empresas, ONGs, prefeituras e entidades do Sul e, nos dois últimos anos, do estado de São Paulo também. Os vencedores receberam o troféu Onda Verde.

Fonte: Epagri 

Compartilhe este conteúdo

Conteúdos Relacionados

Siga a Ascenda Digital

Trigo

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore