fbpx

Rio Grande do Sul: como ativar o roaming gratuito no estado

Imagem: Gilvan Rocha/Agência Brasil/Reprodução.

As operadoras de telecomunicações Claro, TIM e Vivo liberaram o roaming no Rio Grande do Sul para que seus clientes no estado tenham conexão à rede de internet. A medida funciona para aqueles que usam planos pós ou pré-pagos e ativaram o recurso.

Os usuários que acessarem o sinal disponibilizado não terão de pagar taxas adicionais. Para saber como acionar a função no seu aparelho, veja o tutorial abaixo.

Como ativar o roaming no seu celular

Imagem: Brett Jordan/Unsplash.

A depender do aparelho que contém o sistema operacional Android, algumas áreas internas podem vir com nomes diferentes, como demonstrado abaixo.

Android:

  1. Primeiramente, acesse “Configurações” ou “Configurar”;
  2. Logo após, na tela seguinte, abra “Conexões” ou “Rede e internet”;
  3. Depois, na próxima área, toque em “Redes móveis” ou “Rede móvel”;
  4. Em seguida, ative o recurso “Dados em Roaming” ou “Roaming”.

Aqui há um detalhe. Após acionar o roaming em um dispositivo Samsung, abra as “Configurações de rede” na tela de “Redes Móveis”, tal como mostrado na terceira etapa acima, e acione a opção “Selecionar automaticamente”. Já em um Motorola, desça a tela na área de “Rede móvel” e ligue o modo “Selecionar a rede automaticamente”.

iOS:

  1. Em primeiro lugar, abra os “Ajustes”;
  2. Dentro dessa área, acesse a opção “Celular”;
  3. Na próxima tela, toque em “Opções de Dados Celulares”;
  4. Depois, ative o “Roaming de Dados”;
  5. Ao final, volte à etapa do “Celular”, abra “Seleção de Rede” e acione a opção “Automática”;

Condições de cada operadora:

  • TIM – 10 GB de bônus de internet aos clientes dos planos pré e Controle;
  • Vivo – 10 GB de bônus de internet aos clientes do plano Vivo Pré por cinco dias;
  • Claro – 5 GB de bônus de internet aos clientes do plano pré-pago por sete dias e dos planos pós-pago Controle e Flex por 30 dias.
Imagem: Montagem/Divulgação.

Como doar para vítimas da tragédia no Rio Grande do Sul

O governo do estado gaúcho reformulou o canal SOS Rio Grande do Sul, criado em setembro de 2023 em função da enchente que atingiu o Vale do Taquari, para receber doações financeiras após o começo da catástrofe recente na região.

A transferência de valores pode ser realizada por meio da chave Pix 92.958.800/0001-38, que é o número do CNPJ vinculado ao Banco do Estado do Rio Grande do Sul (Banrisul). O dinheiro arrecadado será usado para ajudar vítimas e reconstruir a infraestrutura municipal.

A prefeitura de Porto Alegre também disponibilizou sua chave Pix para viabilizar contribuições que serão exclusivamente revertidas em prol das vítimas das enchentes. Para realizá-las, os doadores podem transferir qualquer valor para o CNPJ da instituição municipal: 92.963.560/0001-60.

A companhia Globo, por meio do site Pra Quem Doar, centralizou diversas organizações que estão precisando de doações, como Ação da Cidadania, Central Única das Favelas (Cufa), Grupo de Resposta a Animais em Desastre (GRAD) e Movimento União BR.

Imagem: Reprodução/Inpe.

Há também diversos tipos de itens que podem ser doados para a população das regiões afetadas, como alimentos não perecíveis, colchões, roupas, calçados e cobertores para o frio.

Diversos pontos no estado gaúcho estão abertos para o recebimento desses donativos. O principal deles é a Associação Médica do Rio Grande do Sul (Amrigs), que fica na avenida Ipiranga, nº 5.311 e opera das 9h às 18h. O lugar conta com um drive-thru.

Outros locais que têm recebido contribuições são o Sindicato Médico do Rio Grande do Sul (Simers) e o Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio Grande do Sul (Cremers). O primeiro opera na rua Coronel Ponte Real, 975, e tem funcionado durante todo o dia, enquanto o segundo situa-se na rua Bernardo Pires, 415, e tem recebido itens das 9h às 19h.

Cuidado com golpes

As autoridades gaúchas vêm alertando para a ocorrência de golpes e orientando doadores a verificarem atenciosamente todos os dados das instituições antes da realizarem transferências. Recomenda-se conferir sempre os canais oficiais das organizações.

Para saber mais informações sobre como doar de outras regiões do Brasil e de outros países, confira a matéria do Olhar Digital sobre o tópico.

 

*Com informações da Conexis Digital Brasil.

Compartilhe este conteúdo

Conteúdos Relacionados

Siga a Ascenda Digital
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore