fbpx

Santa Catarina abre as portas para a inovação com o Startup Summit 2023

Empresas de fora que participam do evento, que acontece até sexta-feira (25), em Florianópolis, foram convidadas a se transferirem para o Estado, onde o setor tech conta com 20 mil empresas e um faturamento de R$ 22 bilhões.

Fotos: Leo Morrone/Divulgação

Santa Catarina abriu as portas do Centro de Convenções CentroSul, em Florianópolis, para receber de hoje (23) até sexta (25), mais de 10 mil participantes (outros 25 mil estão participando pela web) da sexta edição do Startup Summit. O evento realizado pelo Sebrae, Acate e ACIF tem como propósito ser o grande impulsionador de novos negócios no setor de tecnologia e inovação com sustentabilidade, além de promover os ecossistemas de Santa Catarina e sua integração com redes nacionais e internacionais.

Em sua fala na cerimônia de abertura, o prefeito da Capital, Topázio Silveira Neto, convidou todas as empresas participantes a se mudarem para Florianópolis e a se instalarem na cidade. A provocação, feita quase como uma brincadeira, tem um fundo de verdade. Santa Catarina, e Florianópolis, assim como Blumenau, Joinville, Criciúma, Itajaí, e também as pequenas cidades como Luzerna, citada na fala do governador catarinense Jorginho Mello, investem, e muito, em inovação e têm grande interesse na atração de empresas de tecnologia. 

Diretor superintendente do Sebrae/SC, Carlos Henrique Ramos Fonseca, destacou o fato do Startup Summit 2023 ser, antes de tudo, um evento de conexão, de negócios e informações, reunindo mil startups em rodadas de negócios, mais de 200 palestrantes, em sua maioria mulheres, nos seus oito palcos. “O Sebrae não só promove e auxilia no desenvolvimento das startup, mas também ajuda na formação de  novos empreendedores. Como no programa Cidade Empreendedora. Aqui em Florianópolis, mais de 200 jovens estão buscando conhecimento para poderem empreender”, afirmou Carlos Henrique.

Iomani Engelmann, presidente da ACATE – Associação Catarinense de Tecnologia, agradeceu o governo do Estado pela criação da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação, e pediu atenção do governador Jorginho Mello e dos deputados e senadores catarinense, bem como toda a sociedade e a comunidade de tecnologia, para a discussão da reforma tributária. 

“Se não for muito bem tratada, essa reforma tributária que está sendo proposta pode acabar com o setor de tecnologia, que hoje representa 6% do PIB catarinense, com 20 mil empresas que geram 80 mil empregos diretos e um faturamento de mais de R$ 22 bilhões em 2022. Nós atraímos, no ano passado, R$ 10 bilhões de investimentos, atrás apenas de São Paulo. Aqui tem qualidade de vida e qualidade de mão de obra, e estamos investindo em competitividade, inclusão social, diversidade e capital humano. Nós reunimos aqui o Brasil que dá certo, mas o poder público tem que cumprir o seu papel, porque o setor de tecnologia carece do mesmo apoio do agronegócio. Nós podemos saltar dos 3% do PIB brasileiro para 15% do PIB brasileiro, como Israel”, sustentou Iomani.

“O PAÍS SÓ TERÁ FUTURO COM INOVAÇÃO E AGREGAÇÃO DE VALOR”

Bruno Quick, diretor técnico do Sebrae Nacional, enalteceu a parceria dos governos federal, estadual e municipal na promoção e prestígio do evento e citou uma mudança evidente no cenário do setor de tecnologia do  Brasil. “Na primeira edição do evento, apenas 10% das startups tinham mulheres como sócias. Agora foi lançado no Amazonas o programa Inova Amazônia com 76% das startups sendo lideradas por mulheres. O país só terá futuro com inovação, diferenciação e agregação de valor. Hoje temos 20 mil startups no país, e isso representa apenas 0,1% dos clientes do Sebrae. As empresas de base inovadora podem levar a esse universo de empresas a inovação de que elas necessitam”, afirmou Bruno, que em seguida chamou um vídeo do presidente nacional do Sebrae, o catarinense Décio Lima.

Movimentação na feira de negócios do Startup Summit. Foto: Elis Pereira

Participando de uma agenda com a comitiva do presidente Lula, onde na sexta-feira vai assinar um acordo entre o Sebrae e o Instituto Nacional de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Inapem) de Angola, para estimular e implementar ações conjuntas de empreendedorismo, Décio Lima se disse otimista com os rumos da economia brasileira e que era hora de construir pontes e dialogar nas diferenças para investir em inovação, em pesquisa e participar do crescimento do país. “O maior exemplo está acontecendo aqui, neste evento em Florianópolis, em que empresários de várias partes do país se reúnem para debater a inovação e pensar o futuro do Brasil. O Sebrae é um grande parceiro e impulsionador deste grande ecossistema”, declarou.

O prefeito de Florianópolis anunciou a renovação da parceria com a Fiesc e o Sebrae para a realização do Floripa Mais Tec, para capacitação de jovens a partir de 14 anos e adultos de baixa renda em cursos gratuitos na área de tecnologia. O governador Jorginho Mello destacou a presença de quatro integrantes do seu secretariado no evento: Marcelo Feet (Ciência, Tecnologia e Inovação), Edgard Usuy (Planejamento), Silvio Dreveck (Indústria Comércio e Serviços) e Juliano Froehner (Articulação Internacional). “Isso dá uma dimensão da importância que o nosso Estado dá a esse evento”, afirmou.

De acordo com Jorginho Mello, ao nomear alguém indicado pela Acate para a secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação, o governo estadual demonstrou que está disposto a inovar onde for preciso. “Somos um Estado que acrescenta um alto valor agregado em tudo o que produz, e dispomos de uma infraestrutura invejável, fruto do trabalho dos catarinenses. E somos parceiros de quem quer empreender. Por isso tivemos a coragem de priorizar a educação investindo R$ 1,4 bilhão por ano no programa Universidade Gratuita, que vai tornar possível a 140 mil alunos realizarem o seu sonho. Isso vai servir como uma mola propulsora, fazendo uma analogia com a apresentação do evento, para muitos negócios”, disse o governador.

Fonte: Por Dorva Rezende, especial para agência SC Inova

Compartilhe este conteúdo

Conteúdos Relacionados

Siga a Ascenda Digital

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore