fbpx

Trabalho de Fisioterapia da Unoesc é premiado em Congresso Sul-brasileiro

No 12º Congresso Sul-brasileiro de Fisioterapia, um estudo sobre o uso individualizado do índice RSBI em pacientes de ventilação mecânica recebeu premiação.

Entre os dias 17 e 19 de agosto, oito estudantes do curso de Fisioterapia, acompanhados do professor Antuani Baptistella, estiveram em Foz do Iguaçu (PR), onde participaram do 12º Congresso Sul-brasileiro de Fisioterapia Respiratória, Cardiovascular e em Terapia Intensiva. O evento contou com a presença de palestrantes de renome nacional e internacional.

Tese Destaque

No congresso, os estudantes e o professor apresentaram seis trabalhos, sendo dois deles apresentações orais que fizeram parte do programa do evento.

Um dos trabalhos apresentados, intitulado “Should the Rapid Shallow Breathing Index (RSBI) be individualized by height of the patients in mechanical ventilation?” (O Índice de Respiração Rápida e Rasa (RSBI) deve ser individualizado pela altura dos pacientes em ventilação mecânica?, em tradução literal), foi premiado como o melhor na categoria terapia intensiva adulto.

O professor Antuani destacou a importância do reconhecimento quanto ao trabalho premiado, uma vez que coloca o nome da Universidade e do Hospital Universitário Santa Terezinha (HUST) em destaque como Instituições que produzem ciência de impacto e relevante para a comunidade científica. Além disso, ressaltou a contribuição para a formação dos estudantes.

“O congresso teve um excelente nível científico, com trabalhos e palestras que trouxeram o que há de mais atual na área. Os estudantes puderam acompanhar palestras de grandes referências da área além de fazer contatos acadêmicos e científicos”, afirmou.

Saiba Mais

O trabalho premiado no Congresso Sul-brasileiro apresenta resultados que sugerem que um importante índice, usado há mais de 30 anos em terapia intensiva, deveria ser individualizado com base nas medidas antropométricas dos pacientes. Esse resultado pode mudar um importante paradigma e tem gerado bastante interesse na comunidade científica.

O projeto foi elaborado analisando dados de pacientes internados no CTI do HUST, entre os anos de 2018 e 2022, e tem como autores os professores Diego de Carvalho, João Rogério Nunes Filho e Antuani Rafael Baptistella.

Fonte: Alessandra de Barros/Assessoria de Imprensa Unoesc Joaçaba.

Compartilhe este conteúdo

Conteúdos Relacionados

Siga a Ascenda Digital

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore