fbpx

5 mitos sobre automação de RPA que precisam ser superados

Imagem: Shutterstock/SWKStock

Nos últimos anos, a Automação de Processos Robóticos (RPA) emergiu como uma ferramenta poderosa para aumentar a eficiência e reduzir os custos nas empresas. De acordo com o estudo internacional “OTRS Spotlight: IT Service Management 2023”, o mercado brasileiro está em uma posição consideravelmente vantajosa na automação de processos em comparação com outros países.

Cerca de 52% das companhias já adquiriram as ferramentas necessárias e têm experiência em seu uso, em contraste com os 28% observados nos demais mercados pesquisados.

No entanto, com o rápido crescimento dessa tecnologia, surgiram também diversos mitos e equívocos que podem prejudicar a compreensão de seu verdadeiro potencial. Infelizmente, muitas empresas enxergam a automação de RPA como um simples luxo ou uma moda passageira.

Com esse pensamento, muitas companhias estão perdendo escala ou deixando de aprimorar um serviço, ou um produto. Por isso, trago cinco mitos que precisamos desmascarar sobre automação de RPA e que deixará muitos empresários bem mais tranquilos para investir em tecnologias que estão disponíveis para facilitar a vida.

1. RPA substituirá completamente os trabalhadores humanos

Um dos equívocos mais comuns sobre a RPA é a ideia de que ela irá substituir completamente os trabalhadores humanos, levando à perda de empregos em larga escala. Na realidade, ela é projetada para automatizar tarefas repetitivas, liberando os colaboradores para se concentrarem em atividades mais estratégicas e criativas. Portanto, em vez de substituir, ela pode capacitá-los para se tornarem mais produtivos e eficientes em seus papéis.

2. Implementar RPA é um processo complicado e demorado

Outro mito muito comum e que vejo com frequência é que a implementação de RPA é um processo complicado e demorado, exigindo uma grande quantidade de recursos e tempo. Embora seja verdade que a implementação de qualquer nova tecnologia possa apresentar desafios, os avanços na RPA tornaram o processo muito mais acessível e rápido do que costumava ser. Com plataformas de RPA modernas e intuitivas, as empresas podem começar a automatizar processos em questão de semanas.

3. RPA é apenas para grandes empresas

Algumas pessoas acreditam que a RPA é uma solução exclusiva para grandes empresas com orçamentos robustos de tecnologia. No entanto, a realidade é que a tecnologia é acessível e benéfica para empresas de todos os tamanhos. As soluções de RPA estão disponíveis em uma variedade de preços e escalas, permitindo que até mesmo pequenas e médias empresas aproveitem os benefícios da automação.

4. RPA é apenas para processos simples e repetitivos

Embora a RPA seja frequentemente associada à automação de processos simples e repetitivos, ela também pode lidar com tarefas mais complexas e variadas. Com avanços em inteligência artificial e aprendizado de máquina, os bots de RPA podem agora automatizar uma ampla gama de processos, incluindo aqueles que envolvem tomadas de decisão e interações com dados não estruturados.

5. RPA é uma solução de curto prazo

Alguns podem ver a RPA como uma solução de curto prazo para problemas específicos de negócios. No entanto, quando implementada corretamente, ela pode fornecer benefícios sustentáveis a longo prazo. Ao otimizar processos, reduzir erros e aumentar a eficiência, a RPA pode ajudar as empresas a se manterem ágeis e competitivas em um mercado em constante mudança.

Fonte: Olhar Digital / Por Renan Salinas, editado por Lucas Soares

Compartilhe este conteúdo

Conteúdos Relacionados

Siga a Ascenda Digital
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore