fbpx

Araranguá apresenta proposta ao Secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação

Araranguá, cidade na região de atuação do Polo Regional ACATE de Criciúma, quer se integrar à rede de Centros de Inovação de Santa Catarina

Araranguá, cidade da região de atuação do Polo Regional ACATE de Criciúma, deu passos firmes rumo à consolidação como um importante polo de inovação. Em reunião ocorrida no último dia 13 de julho, representantes da Governança do Ecossistema de Inovação da cidade se encontraram com o Secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação, Marcelo Fett, para apresentar uma proposta que visa integrar Araranguá à rede de Centros de Inovação de Santa Catarina. O diretor do Polo Regional ACATE de Criciúma (ACIC), Jhony Alceu, também acompanhou a visita.

Na ocasião, a equipe da Governança entregou um conjunto de documentos que comprovam o empenho e o progresso alcançado por Araranguá na busca por se tornar um centro de inovação na região. O material incluiu um ofício com o apoio de todos os membros da AMESC, respaldando a candidatura da cidade para receber o centro de inovação. Além disso, um abrangente estudo elaborado pelo SEBRAE foi apresentado, detalhando um diagnóstico e as ações necessárias para ativar o ecossistema inovador da região. Esse estudo ressalta a importância de estabelecer uma governança de inovação, identificando os entes que deveriam participar dessa estrutura e delineando as ações que a governança precisaria realizar para impulsionar o ecossistema local.

O Secretário Marcelo Fett manifestou seu entusiasmo com os avanços de Araranguá na área de inovação. Marcelo elogiou o esforço da cidade em mobilizar diferentes agentes, como universidades, poder público, SEBRAE e Associação Empresarial, para trabalharem em conjunto na construção de um ecossistema inovador e sustentável. Ele salientou ainda que o conceito de centro de inovação vai além de apenas um prédio físico, e Araranguá demonstrou estar preparada para dar continuidade ao plano de governança proposto pelo SEBRAE.

A notícia foi recebida com grande alegria e otimismo pelos membros da Governança e conselho municipal de inovação de Araranguá. Édio Kunhasky, presidente da ACIVA (Associação Empresarial de Araranguá e do Extremo Sul Catarinense), destacou que a cidade já possui uma lei de incentivo às atividades tecnológicas e de inovação, o que favorece a atração de novos negócios e impulsiona o desenvolvimento local.

Land Nunes, vice coordenador do núcleo de tecnologia da ACIVA, saiu da reunião com esperança e convicção de que Araranguá está cada vez mais próxima de ser contemplada com o Centro de Inovação para o Vale do Araranguá, sendo a solicitação muito bem acolhida pelo Secretário.

Dorvanil Vieira, diretor do Polo UNESC em Araranguá, ressaltou a empolgação e motivação do núcleo com os temas e eventos relacionados à inovação. Ele destacou o compromisso da Universidade com o sucesso do setor e acredita que, na visita do secretário em agosto, a homologação do Centro de Inovação possa ser assinada.

Com o forte engajamento da comunidade, a cidade de Araranguá caminha firme para se tornar um exemplo de inovação e desenvolvimento na região, contribuindo para o avanço do estado de Santa Catarina como um todo. O reconhecimento da cidade como centro de inovação trará benefícios econômicos e sociais significativos, impulsionando a criação de novas oportunidades e a atração de investimentos para a região.

Jhony Alceu, diretor do Polo Regional ACATE de Criciúma (ACIC), esteve presente na visita e afirmou que “Araranguá é um exemplo a ser seguido, pois buscou ajuda, se preparou e está executando as ações necessárias não só para atrair, como para fortalecer cada um dos entes que se conectam ao seu ecossistema. O Centro de Inovação é um meio destes se conectarem e vai fazer a região dar um salto de 10 anos em alguns meses, pois ele possibilita dar mais amplitude às ações já realizadas pela governança”. 

O diretor da ACIC ressaltou ainda como é importante apoiar o ecossistema local. “Nossa missão como polo regional ACATE sempre foi apoiar os ecossistemas locais de ponta a ponta, auxiliando nas conexões entre quem já vivencia o empreendedorismo inovador e aqueles que estão iniciando este processo. E, com certeza, queremos estar juntos de Araranguá em mais esse degrau rumo a ser uma das cidades mais empreendedoras de Santa Catarina”.

Fonte: Por ACATE – Associação Catarinense de Tecnologia

Compartilhe este conteúdo

Conteúdos Relacionados

Siga a Ascenda Digital
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore