fbpx

ChatGPT agora poderá ser acessado sem conta

Imagem: T. Schneider / Shutterstock.com

Não será mais necessário criar uma conta para usar o ChatGPT. A OpenAI, responsável pelo chatbot, anunciou a novidade nesta segunda-feira (1º). Segundo a empresa, o objetivo da medida é facilitar e incentivar o uso da ferramenta gratuita por mais pessoas.

Ferramenta exigia criação de conta para uso (Imagem: shutterstock)

Novidades no ChatGPT

  • Desde o lançamento do ChatGPT, no final de 2022, os usuários precisam criar uma conta na OpenAI para utilizar o serviço.
  • Apesar dessa exigência, o chatbot se tornou bastante popular.
  • Com isso, a empresa adicionou assinaturas pagas para acessar produtos como DALL-E 3 e modelos mais avançados da tecnologia.
  • Com a mudança, apenas o ChatGPT poderá ser utilizado sem a necessidade de inscrição.
  • A OpenAI explica que os usuários ainda precisarão de uma conta para salvar e revisar o histórico, compartilhar bate-papos e ter conversas de voz.
  • As informações são do The Verge.

 

Acessos ao chatbot diminuíram

Segundo a OpenAI, mais de 100 milhões de pessoas em 185 países usam o ChatGPT semanalmente. O rastreador de tráfego SimilarWeb aponta que foram cerca de 1,6 bilhão de visitantes em fevereiro, fazendo do chatbot o mais acessado do mundo, embora o Gemini do Google tenha começado a ganhar força.

Apesar da grande procura, os dados indicam que os acessos caíram ligeiramente em relação às máximas alcançadas em maio de 2023, quando o número de visitas superou 1,8 bilhão.

A OpenAI afirma que introduziu “salvaguardas de conteúdo adicionais para essa experiência”, incluindo prompts de bloqueio em uma gama mais ampla de categorias, mas não forneceu maiores detalhes sobre o assunto.

A opção de não participar do treinamento de modelo ainda estará disponível, mesmo para aqueles sem contas.

Enquanto isso, outros produtos OpenAI, como o recém-anunciado serviço de clonagem de voz de IA Voice Engine e a plataforma de criação de vídeo Sora, permanecem disponíveis apenas para um número limitado de usuários e parceiros.

Fonte: Olhar Digital / Por Alessandro Di Lorenzo, editado por Bruno Capozzi 

Compartilhe este conteúdo

Conteúdos Relacionados

Siga a Ascenda Digital
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore