fbpx

Fim do passarinho azul: Elon Musk diz que Twitter vai mudar de logo para “X”

Em uma série de tweets, Elon Musk diz que o Twitter irá abandonar o icônico logo do passarinho azul e substituí-lo apenas por "X"
(Imagem: TechCrunch/Getty Images)

Elon Musk, bilionário e proprietário do Twitter, anunciou em uma série de tweets no início deste domingo (23) que planeja fazer a icônica ave azul do Twitter voar para longe. Segundo ele, a rede social irá trocar em breve o seu logo atual, a silhueta de um passarinho azul, por um simples “X”.

“Se um logo do X bom o suficiente for postado esta noite, vamos ativá-lo mundialmente amanhã”, escreveu Musk minutos depois da meia-noite de domingo. Ele também postou um curto vídeo de um “X” piscante, dando uma prévia de como poderia ser a nova identidade visual da plataforma.

O fim do clássico “passarinho azul” do Twitter

“Em breve nos despediremos da marca Twitter e, gradualmente, de todos os pássaros”, escreveu Musk em outra postagem. Na mesma série de tweets, ele iniciou uma enquete sobre a mudança da cor padrão da plataforma para preto. O Twitter não respondeu a pedidos de comentários de nenhum veículo jornalístico até então.

Em um documento legal apresentado no início deste ano, o Twitter disse que tinha um novo nome para a empresa, X Corp., e que era uma companhia privada incorporada em Nevada, em vez da sede anterior do Twitter em Delaware, nos EUA. A sede principal do Twitter continua sendo em São Francisco, onde a empresa está sediada. A X Corp, por outro lado, faz parte de uma empresa controladora chamada X Holdings Corp, de acordo com o documento.

A mudança de nome da empresa está alinhada com uma visão que Musk tem tuitado, que é usar sua aquisição do Twitter para ajudar a criar o “X, o aplicativo de tudo”. O bilionário, cuja empresa de exploração espacial é chamada SpaceX, tem uma longa história com a letra X. Sua antiga startup de banco digital, X.com, mais tarde se tornou o PayPal após uma fusão com outra empresa. O CEO do Twitter muitas vezes se refere a um de seus filhos como X. Assim, a mudança faria todo o sentido… para Musk.

Os planos de rebranding de Musk marcam uma ruptura com a abordagem da maioria dos profissionais de marketing de proteger marcas e logotipos com reconhecimento generalizado. “Não faz muito sentido substituir uma marca globalmente reconhecida por um símbolo genérico”, disse Jason Goldman, ex-chefe de produto do Twitter que tem sido crítico da gestão de Musk na empresa, conforme citado pelo Wall Street Journal.

A atual iteração do pássaro do Twitter foi lançada há mais de uma década, redesenhada pelo então diretor criativo da empresa, Doug Bowman. O logo de Bowman foi originalmente desenhado em 2006 e atualizado pelo menos três vezes até 2012. O co-fundador do Twitter, Biz Stone, disse que nomeou o pássaro de Larry T. Bird, em homenagem ao lendário jogador de basquete do Boston Celtics, Larry Bird.

Compartilhe este conteúdo

Conteúdos Relacionados

Siga a Ascenda Digital
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore