fbpx

Gemini: Google explica origem do nome de sua IA

(Imagem: Legendary4 / Shutterstock.com)

Desde o anúncio na conferência de desenvolvedores Google I/O 2023, “Gemini” se tornou sinônimo das funcionalidades de inteligência artificial (IA) do Google. Esta semana aconteceu a versão de 2024 do evento e, em meio a uma série de atualizações de produtos Gemini, o Google explicou oficialmente a origem deste nome em um post do blog da empresa.

Origem do nome da IA do Google

  • A jornada para o nome “Gemini” começou com o nome temporário “Titan”.
  • Embora este nome tivesse uma conexão com a mitologia grega, o foco do Google era especificamente na maior lua de Saturno.
  • No entanto, Jeff Dean, co-líder técnico do Gemini, disse que “não era um grande fã do nome”.
  • Apesar de não gostar do nome Titan, ele lhe deu uma ideia de outro nome relacionado ao espaço, que acabou pegando.

“Na astronomia, [Gemini] é o nome de uma constelação associada aos gêmeos mitológicos gregos Castor e Pólux, para os quais suas duas estrelas mais brilhantes são nomeadas. Naturalmente, então, o significado do nome do nosso modelo de IA é duplo.”

Jeff Dean, co-líder técnico do Gemini

Dualidade das equipes DeepMind e Brain deu origem ao Gemini

(Imagem: Photo For Everything / Shutterstock.com)

A equipe acreditava que a personalidade de dupla natureza atribuída ao signo do zodíaco de Gêmeos — caracterizada por adaptabilidade, conectividade e múltiplas perspectivas — representava bem o estado do Google na época. Até porque foi neste período que aconteceu a fusão da DeepMind com a equipe “Brain” de Pesquisa do Google.

“O esforço do Gemini surgiu porque queríamos aproximar nossas equipes que trabalham em modelagem de linguagem,” afirmou Dean. “Achei que o aspecto dos gêmeos do nome ‘Gemini’ era um ótimo ajuste. Os gêmeos aqui são as pessoas da equipe do legado Brain e da equipe do legado DeepMind, que começaram a trabalhar juntas neste ambicioso projeto de modelo multimodal.”

Inspiração secundária em projeto da NASA

Além disso, “Gemini” é uma homenagem ao Projeto Gemini da NASA (1965-1968), que testou tecnologias cruciais para os pousos na lua do Apollo.

A importância do projeto da NASA para garantir o sucesso do programa Apollo ressoou com a equipe de desenvolvimento de IA. Jeff Dean sugeriu o nome “Gemini” em um documento da equipe, e ele rapidamente ganhou aprovação. Oriol Vinyals, co-líder técnico do Gemini, afirmou que o esforço monumental de treinar grandes modelos de linguagem (LLMs) era paralelo ao espírito de lançar foguetes.

O Google também considerou nomear modelos com nomes de estrelas, dada a variedade de tamanhos. Atualmente, os modelos de IA do Google incluem Nano, Flash, Pro e Ultra, com 1.5 ainda não expandido além de dois tamanhos.

Nome também é voltado para o usuário

Por fim, Oriol Vinyals explicou a razão por trás do uso de “Gemini” como um nome voltado para o usuário das funcionalidades de IA do Google.

“Gemini nasceu como o programa de pesquisa para criar os modelos mais capazes do mundo”, disse ele. “Ao tornar esse o nome do produto também, espero que nossos usuários sintam a melhoria contínua, a criatividade e a inovação que nossas equipes de pesquisa estarão trazendo diretamente para eles.”

Compartilhe este conteúdo

Conteúdos Relacionados

Siga a Ascenda Digital
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore