fbpx

Incêndios aumentam com adoção de bicicletas elétricas nos EUA; entenda

Mais de 200 incêndios relacionados a baterias foram registrados em 39 estados americanos nos últimos dois anos
Bicicleta elétrica. Imagem: Spic/Shutterstock

O aumento na frequência de incêndios e mortes relacionados às baterias de íon-lítio presente nas bicicletas elétricas tem causado preocupação entre autoridades e reguladores de segurança. 

Os EUA querem estabelecer padrões de segurança obrigatórios e até confiscar importações de e-bikes que não estejam conforme as normas do país.

  • Incêndios ligados às baterias de bicicletas elétricas se tornaram um problema sério em Nova York.
  • Foram relatados 100 ocorrências e 13 mortes apenas este ano no estado americano.
  • Estima-se que menos de 10% das e-bikes vendidas no varejo local são seguras, alertam especialistas.

O caso não é isolado. Mais de 200 incêndios relacionados a baterias foram registrados em 39 estados nos últimos dois anos nos EUA. Até prédios residenciais estão começando a proibir o uso do veículo devido ao alto risco de fogo.

Incêndio em uma loja de bicicletas elétricas em Chinatown, Manhattan. Imagem: Reprodução/Amir Hamja/The New York Times

O que acontece quando uma bateria de lítio pega fogo

  • Quando uma bateria de íons de lítio pega fogo, os óxidos na química das células fazem com que elas gerem oxigênio, mantendo o fogo vivo e dificultando bastante a ação dos bombeiros.
  • O calor também pode fazer com que as células de íons de lítio se ‘autoinflamem’ em baterias de qualidade duvidosa.
  • A única maneira de impedir isso é resfriar a bateria até que a reação de fuga térmica desapareça ou esperar que não haja mais nada para queimar. 

O que causou o aumento de incêndios

Um dos fatores que contribui para o salto de ocorrências foi a inundação do mercado com baterias de baixa qualidade. Muitas vezes, essas baterias são importadas sem passar por qualquer teste de conformidade ou não atendem aos padrões de segurança mínimos, alertam as autoridades de segurança.

Diante desta situação, especialistas apontam para a necessidade urgente de criar padrões obrigatórios que devem ser seguidos pelas fabricantes de bikes elétricas. O plano é proibir a venda ou o aluguel de veículos que não possuam certificação de conformidade com os padrões de segurança.

Para combater o problema, também está sendo proposta uma regulamentação e testes de conformidade mais rigorosos. Acredita-se que essas medidas possam reduzir significativamente os riscos de incêndios .

Em relação às importações, foi constatado que mais de 880 mil bicicletas elétricas foram importadas em 2023 nos EUA, o dobro em relação ao ano anterior. As informações são de uma reportagem do The New York Times.

Compartilhe este conteúdo

Conteúdos Relacionados

Siga a Ascenda Digital
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore