fbpx

Sapiens Parque recebe competição de Startups catarinenses interessadas em expor em Dubai

O Sapiens Parque recebeu nesta quinta-feira, 4, a apresentação de 10 startups catarinenses de diferentes segmentos da economia

53632252021_4a45ff8ee4_k
Bruno Beretta (Secom)

Elas disputaram a possibilidade de participar do Expand North Star 2024, que ocorre entre 13 e 16 de outubro em Dubai, nos Emirados Árabes. Trata-se da maior feira de encontro entre investidores e empreendedores.

O presidente do Sapiens Parque, Eduardo Vieira, explicou que o evento foi produzido em parceria com o escritório do Oriente Médio da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) junto com Dubai World Trade Center e a Câmara de Comércio de Dubai. E que as inscrições foram abertas a todos os nichos de atividades. “A gente abriu o leque para dar oportunidade para todo mundo. Então tem startup que trabalha com AgriTech, com HealthTech, com FinTech, então todas as mais diversas áreas. A gente não restringiu, para dar essa possibilidade para o maior número de interessados catarinenses”, explicou Vieria, lembrando que até então o evento só havia sido realizado em São Paulo.

As portas foram abertas para Santa Catarina durante a viagem feita pelo governador Jorginho Mello ao país Árabe, em fevereiro. O presidente da SCPAr, Renato Lacerda, esteve na comitiva que se reuniu com investidores e agora comemora o prestígio do estado diante de um evento mundial. “Chamou atenção dos gestores da Dubai Chamber o volume de startups e de empreendedores que nós temos em Santa Catarina. O foco da reunião acabou naturalmente indo para esse caminho”, relembra Lacerda.

Foto: Ricardo Wolffenbüttel / SECOM

As 10 startups tiveram dois minutos para fazer o chamado Pitch de vendas, apresentando qual é o diferencial do seu produto para os três jurados do evento. Um dos concorrentes foi o Henrique Bilbao, da 4Score. A empresa desenvolveu um software que entrega um sistema de análise de crédito. Do ano passado para cá, a novidade ganhou mercado e já conta com 200 milhões de CNPJs que são consultados por empresas interessadas em fechar negócios com outros mercados. “A gente só abriu o olho pra Dubai quando teve gente acessando nossa base de dados querendo consultar empresas de Dubai e viu que lá tem oportunidade e a gente pensou que precisa entender o que está acontecendo por lá”, revelou Bilbao.

A linha de tratores elétricos da Yak também participou da seleção. De acordo com o proprietário da empresa, João André Osório, a mudança de matriz energética – tendência em grande parte do mundo – o fez ficar interessado pelo mercado internacional. “Eu vejo essa como uma iniciativa muito bacana, porque é realmente um ambiente que eu acredito que é muito difícil pra empresas do Brasil acessarem sem o apoio de uma instituição governamental”, concluiu.

Compartilhe este conteúdo

Conteúdos Relacionados

Siga a Ascenda Digital
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore