fbpx

Cirurgias de alta complexidade para o tratamento de lesões em nervos periféricos são realizadas no HUST

Na última semana, no Hospital Universitário Santa Terezinha (HUST), foram realizadas seis neurocirurgias de nervos periféricos

247ac2e9a37812acf7c0a3e6b8529030_post_large

Os procedimentos restabeleceram a qualidade de vida dos pacientes, uma vez que as lesões prejudicavam grupos de nervos e músculos comprometendo funções básicas do dia a dia como, por exemplo, segurar objetos.

A responsável pelas cirurgias foi a Doutora Stéphanie Lindner, especialista na área. Ela integra o Grupo Neuromax e atua na cidade de Mafra (SC), contudo, nesses dias em Joaçaba, realizou os procedimentos que são considerados de alta complexidade e tiveram duração média de quatro a cinco horas cada. A equipe neurocirúrgica do HUST é composta ainda pelos neurocirurgiões Doutor Pedro Chaves, Doutor Daneil Valli e o chefe do serviço, Doutor Arlindo de Oliveira.

Doutora Stéphanie é formada em Medicina pela Fundação Universidade Regional de Blumenau (FURB), com Residência Médica em Neurocirurgia pelo Hospital Santa Isabel em Blumenau e Especializada com Fellowship em Nervos Periféricos pelo serviço de Cirurgia de Nervos Periféricos no Hospital Sarah Kubitschek em Brasília (DF).

O Grupo Neuromax está presente em quatro regiões do Estado de Santa Catarina, contribuindo para a descentralização da Medicina de Alta Complexidade e é um dos grandes parceiros que integra o time clínico do HUST.

Fonte: Assessoria de Imprensa Unoesc Joaçaba

Compartilhe este conteúdo

Conteúdos Relacionados

Siga a Ascenda Digital
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore